Ônibus de Coleta Externa do Hemoes percorre municípios do Espírito Santo durante pandemia

Durante o isolamento social enfrentado no Espírito Santo, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), muitas pessoas que desejam realizar a doação de sangue não conseguem ir até uma unidade de atendimento. O Ônibus de Coleta Externa do Centro Estadual de Hemoterapia e Hematologia Marcos Daniel Santos (Hemoes) é uma solução para esse problema.

A unidade móvel percorre diversos municípios do Estado, realizando a coleta de sangue e o cadastro para doação de medula óssea. O serviço pode ser solicitado por qualquer cidadão pelo e-mail hemoes.coletaexterna@saude.es.gov.br, e o local deve cumprir alguns requisitos, como o mínimo de 50 doadores e o máximo de 70.

A solicitação do ônibus deve ser realizada com antecedência. Após realizado o pedido, o solicitante recebe um formulário com as condições de atendimento e uma equipe da unidade realiza uma visita técnica de avaliação do local e, se favorável, será agendado o dia da ação.

A enfermeira do Hemoes, Isabela Saiter, ressalta que no período da pandemia as ações estão sendo realizadas em condomínios e empresas. “O ônibus aproxima o Hemoes do público e facilita o acesso à doação, principalmente na pandemia, quando a unidade fica estacionada em condomínios ou empresas”, informou.

Programação da unidade móvel no mês de junho

Durante o mês de junho, o ônibus do Hemoes percorrerá dois municípios, Vila Velha e Serra. O atendimento tem início às 8h30 e permanece durante todo o dia.

Em Vila Velha, no próximo dia 09, a unidade estará no bairro Coqueiral de Itaparica, e, no dia 16, será em Praia das Gaivotas. No município da Serra, a campanha será realizada no dia 19, em Manguinhos.

Quem pode doar

Podem doar sangue as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis legais. Todo doador deve apresentar um documento original com foto.

Se o voluntário tiver almoçado, o procedimento deve ser feito três horas depois. E, se for um doador frequente, ele deve obedecer ao intervalo para a doação, que deve ser de dois em dois meses para homens e de três em três meses para mulheres.

 

Leia mais

Três moradores de Barra de São Francisco são presos em Mantena com produtos de furto

Durante patrulhamento rotineiro nesta quinta-feira, 28/05/2020, os policiais observaram que   um casal e um rapaz ao avistarem a viatura demonstraram nervosismo e aceleraram seus...

Governo suspende cobrança pela captação de água em rios da União

Decisão é mais uma das medidas para apoiar setor produtivo e minimizar efeitos econômicos da doença ...

Casagrande destaca ampliação da capacidade de testes do Lacen

O governador do Estado, Renato Casagrande, visitou, na...

Leia também

Caixa anuncia cronograma de pagamento do auxílio emergencial de julho a setembro

Quem prefere sacar o dinheiro do auxílio emergencial de R$ 600 terá que acompanhar um calendário que começa no próximo dia 18 de julho,...

Homem é preso em Mantenópolis após dispensar sacola com drogas

CONDUTOR DE MOTOCICLETA DISPENSA DROGAS AO PERCEBER A PRESENÇA POLICIAL, MAS É PRESO LOGO EM SEGUIDA Na última quarta-feira, 8 de julho de 2020, durante...

Grave acidente próximo a Fundão tira a vida de Welinton Von Ron Don, de Ecoporanga

Uma triste notícia na manhã desta sexta-feira, 10 de Julho de 2020, em Ecoporanga. Familiares e amigos receberam a notícia da morte de Welinton...

Cantora Luciana Silva lança seu primeiro CD “Apenas um toque”, em Mantena 

Luciana das Graças Silva adotou o  nome artístico de  Luciana Silva, nasceu em Mantena e desde criança já visitava igrejas evangélicas,  porém somente  aceitou...