ONG Oxfam: 155 milhões ao redor do mundo passam fome


Ao redor do mundo, 155 milhões de pessoas estão em situação de crise alimentar, ou seja, com dificuldade de acesso a alimentos básicos, aponta relatório que será publicado nesta sexta-feira (9) pela ONG britânica Oxfam. 

Além deste grupo, mais de meio milhão de pessoas vivem “em condições próximas à fome”, um aumento de seis vezes em relação a 2019. 

A Oxfam atribui a fome crescente no mundo ao “coquetel explosivo dos três Cs”: “conflitos, Covid-19 e mudanças climáticas”. 

A ONG indica que Afeganistão, Iêmen, o oeste da região do Sahel na África, Sudão do Sul e Venezuela são os principais focos de fome extrema. 

Das 155 milhões de pessoas em situação de crise alimentar, duas em cada três vivem em um país em conflito.

“O desemprego maciço e a grande interrupção da produção de alimentos levaram a um aumento de 40% nos preços globais dos alimentos, o maior em mais de uma década”, acrescenta a ONG. (Com informações do Globo). 


Leia mais

Leia também