OMS recomenda que consumo de bebida alcoólica deve ser reduzido durante isolamento social

Organização Mundial da Saúde também afirmou que ingerir álcool não protege contra o novo coronavírus

Muitas pessoas têm publicado fotos e vídeos em suas redes sociais exibindo taças, copos e garrafas de bebidas alcoólicas e durante lives, vários artistas têm ostentado o mesmo ato enquanto divertem os seus seguidores durante a pandemia do novo coronavírus. Porém, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que, nesta fase, a venda e consumo de bebidas alcoólicas sejam reduzidos.

Em resposta a declarações do presidente de Belarus (Bielorrússia), Alexander Lukashenko, a seção europeia da OMS também afirmou que as bebidas não protegem contra o novo coronavírus, que, numa entrevista ao jornal britânico “The Times”, recomendou vodca contra a doença.
Medo e desinformação geraram um mito perigoso de que bebidas com alto teor alcoólico podem matar o coronavírus. Não matam”, afirma o comunicado da OMS.

Segundo a entidade, além de qualquer bebida alcoólica ter potencial de danificar a saúde, as mais fortes podem até matar. O produto é responsável por três milhões de mortes por ano no mundo, um terço delas na Europa.

A OMS também afirma que as bebidas, ao reduzirem a imunidade, podem elevar os riscos de doenças em geral. “Por isso, as pessoas devem minimizar o consumo de álcool particularmente durante a pandemia.”

Outro efeito adverso é o estímulo a comportamentos de risco ou a reduzir as precauções necessárias contra a transmissão do coronavírus. “Pessoas com tendência ao consumo abusivo estão especialmente vulneráveis, principalmente em isolamento”, diz o comunicado.

Segundo a OMS, regulações já existentes, como idade mínima e proibição de publicidade, deveriam ser elevadas e reforçadas durante a pandemia. O órgão também recomenda aos governos que fortaleçam os serviços ligados ao abuso de álcool e drogas e reforcem campanhas de informação sobre os riscos.

Com informações do Portal R7

Leia mais

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo quente e seco, nesta sexta-feira (28)

A atuação de uma massa de ar seco provoca tempo firme, com sol e calor na região Centro-Oeste do país, nesta sexta-feira (28). Atenção...

Câmara dos Deputados adia votação de projeto que socorre empresas de transporte coletivo

Ficou para a próxima terça-feira (18) a votação do socorro de R$ 4 bilhões para minimizar os impactos negativos da pandemia da Covid-19 no...

Cai taxa de transmissão da Coronavírus no Espírito Santo

A taxa de transmissão da Covid-19 no Espírito Santo está diminuindo. A afirmação é do subsecretário de Estado de vigilância epidemiológica, Luiz Carlos Reblin. De...

Vila Pavão tem primeiro caso suspeito de coronavírus

O prefeito de Vila Pavão, Irineu Wutke, e...

Leia também

Redes sociais terão peso maior na campanha eleitoral que começa neste domingo

A campanha eleitoral que começa neste domingo (27) em todo o país apresenta novos desafios aos candidatos no quadro das restrições impostas pela Covid-19....

Lideranças de Água Doce do Norte juntaram os 4 pré-candidatos a prefeitos para debater sobre o coronavírus

Tendo em vista que a pandemia da Covid-19, ainda não acabou em todo o Brasil, algumas autoridades de Água Doce do Norte criaram recentemente...

Zimbábue: marido perde esposa após “emprestá-la” para o cunhado

Novo casal Um homem que estava passando por dificuldades financeiras, decidiu “emprestar” a esposa ao cunhado em troca de comida, bebida e dinheiro para pagar as taxas...

14 partidos têm candidatos a vereador em Nova Venécia

O Cartório Eleitoral, de Nova Venécia, acaba de divulgar a relação da quantidade de solicitação de registro de candidaturas, por Partido, para a disputa...