OMS pede ao Brasil medidas contra variante “indiana”


A OMS (Organização Mundial da Saúde) pede para que as autoridades brasileiras reforcem medidas para identificar casos da variante do vírus identificada inicialmente na Índia. A informação é do jornalista Jamil Vhade, em sua coluna no portal UOL. 

O jornalista destaca que, nesta semana, o Brasil detectou pela primeira vez casos do Coronavírus com traços da mutação também identificada na Índia. A variante é considerada como mais transmissível e é uma das explicações para o colapso do sistema sanitário indiano nas últimas semanas e uma explosão de novos casos e mortes no país asiático.

No caso brasileiro, explica Chade, a variante foi detectada em seis tripulantes que estavam em um navio de cargas com bandeira de Hong Kong e vindo da África do Sul. Conhecida como B.1.617.2 , a mutação variante passou a ser considerada há uma semana pela OMS como “variante de preocupação mundial”. Os indícios apontam que há uma maior taxa de transmissão e uma potencial redução de impacto das vacinas”, indicou a agência.

Para a OMS, o que se recomenda agora ao Brasil é para que “fortaleça suas medidas sociais”. “A ideia é a de não dar chance para que o vírus ganhe espaço”, explicou Margaret Harris, porta-voz da OMS em Genebra nesta sexta-feira.

(Foto: DANISH SIDDIQUI / REUTERS)

Leia mais

Leia também