Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao longo do curso técnico que foram apresentados no Inova SENAI, competição nacional que seleciona as melhores iniciativas dos 26 estados e do Distrito Federal. 

Neste ano, as equipes se dividiram em oito áreas temáticas: Alimentos e bebidas; Design; Eletromecânica; Gestão; Metalmecânica; Processos Produtivos; Química; e Tecnologia da Informação (TI). Foram 80 propostas finalistas, de um total de 260, e uma rodada de negócios entre alunos e empresas.

Detector de EPI’s é o projeto paraibano selecionado para a final da mostra nacional do Inova Senai 2020

Mato Grosso é o segundo estado com mais equipes finalistas no Inova Senai 2020

Os empresários escolheram uma proposta vencedora de cada categoria. Dessas, a banca nacional definiu as três vencedoras do grande prêmio: Cat and beer com ouro; ATPS, prata; e Read Cow, bronze.

O projeto destaque, Cat and Beer, é uma areia higiênica para gatos produzida com a secagem e embalagem do bagaço de malte, subproduto da indústria cervejeira. Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), tutora de gatos e cervejeira artesanal, a orientadora do projeto, Fabiane Paula Werlang, explicou que os principais benefícios do produto é que ele não tem contraindicações para o pet, sendo biodegradável, ecologicamente correto e funcional. 

“Receber o prêmio foi muito bom, foi o reconhecimento de um trabalho, é uma coisa que ainda está caindo a ficha. A oportunidade de divulgar o curso, divulgar a qualidade dos alunos que a gente tem, competentes, estudiosos. Também de um mercado promissor e receber esse conhecimento incentiva que a gente faça mais pesquisa, inove, busque saídas para demandas da indústria e do mercado, sempre pensando também no bem-estar da sociedade, que não agride o ambiente”, declarou. 

Acadêmicas do curso de graduação em Tecnologia de Alimentos da Faculdade Senai Chapecó, as alunas integrantes do grupo vencedor da medalha de ouro são Lígia Chitolina, de Quilombo, Indianara Dias, de Xaxim e Lúcia Nunes Pinhalzinho. 

Pela primeira vez, o SENAI promoveu a Semana de Inovação, entre 24 e 27 de novembro, com uma mostra virtual, em razão da pandemia de Covid-19. Com mais de 18 mil visualizações durante os quatro dias de evento, a especialista em educação do Senai Nacional e coordenadora do evento, Monica Mariano, considerou o evento um sucesso, levando em consideração que foi realizado pela primeira vez de maneira remota. 

“Além da exposição dos projetos, alguns avaliadores, representantes de empresas, se interessaram pelas propostas dos alunos, trocaram contato para poder conversar depois e verificar como prosseguir nos negócios. Então isso também foi uma ação de sucesso”, disse. 

Sustentabilidade

Nesta edição, uma característica chama atenção: a sustentabilidade, com aproveitamento de resíduos e uso de insumos naturais. Elaborados a partir de problemas reais e com viabilidade para serem aplicados na prática, os projetos que participam do Inova SENAI podem ser considerados um termômetro dos desafios e do futuro da indústria brasileira.

Grand Prix com a IBM e a Genyx 

Durante a Semana da Inovação, também ocorreu o Grand Prix, um desafio para 50 equipes, que tiveram 20 horas para desenvolver um protótipo para desafios propostos por duas empresas: a IBM e a Genyx Solar Power, indústria de geradores fotovoltaicos especialista em energia solar. 

Foi proposto aos competidores maneiras de utilizar a tecnologia para prevenir a segunda onda da Covid-19, além da implementação de infraestrutura de fonte renovável para veículos elétricos com equipamentos com um inversor solar para geração de energia. 

As escuderias vencedoras do desafio da IBM foram Pernambuco, Tocantins e Bahia em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente. Do Desafio da Genyx os vencedores foram de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
 

Inova Senai. Foto: Senai.

Leia mais

Leia também