Oficiais americanos em Viena relatam sintomas da misteriosa “Síndrome de Havana”


Uma doença misteriosa vem afetando diplomatas e funcionários administrativos do governo dos Estados Unidos na capital austríaca, Viena. Os sintomas vão desde tontura, perda de equilíbrio, perda auditiva e ansiedade até algo que eles descreveram como “névoa cognitiva”. O caso atingiu mais de 20 funcionários do governo americano, segundo a BBC.

Os sintomas são semelhantes à Síndrome de Havana – uma doença cerebral que, segundo cientistas americanos, é provavelmente causada por radiação de microondas direcionada. Os Estados Unidos acusam Cuba de realizar os “ataques sônicos”. 

A síndrome foi relatada pela primeira vez em Cuba em 2016. 

Em junho, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, anunciou uma revisão sobre as causas da doença.


Leia mais

Leia também