O FURTO DO TOCA-FITAS

 

O cara da história não sou eu.

O sujeito estava trabalhando quando foi chamado a comparecer a Delegacia. Na policia ele recebeu duas noticias, uma boa e uma ruim. A esposa tinha saído no carro do marido, dia em que o veiculo foi arrombado e do painel arrancado o toca-fitas. A patroa registrou o ocorrido, declarando que estacionara o veiculo na Avenida Presidente Vargas e quando voltou o furto tinha acontecido.

A boa noticia é que um rapaz foi flagrado arrombando um carro e conduzido para ser autuado como larápio. Ele ainda confessou a pratica de vários furtos e em sua casa encontrado diversos toca-fitas. O policial pediu ao moço que observasse os objetos apreendidos e verificasse se o aparelho retirado do seu veiculo estava dentre eles. É raro acontecer, mas não é que o cidadão estava com sorte. Ali estava o toca-fitas dele. O investigador dá um tapinha nas costas do sortudo e o chama de garanhão. Ele somente entendeu quando foi informado que o rapaz confessara que havia apanhado o som quando o carro estava estacionado em um motel da cidade.

Precisa dizer qual era a noticia ruim?

Texto: Creumir Guerra
Creumir Guerra é Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo

Veja mais sobre Creumir Guerra

Leia mais

Leia também