O BRASIL VAI EM FRENTE

Compartilhe

Depois da crise mundial, o Brasil se destaca entre os emergentes com sinais de retomada. Isso porque reagimos de modo exemplar às contingências geradas pelo coronavírus. Mas também porque em 2019, antes do vírus, vínhamos muito bem.

É preciso, portanto, lembrarmo-nos de como era o Brasil antes de 2019:

– Massacre de inocentes e tolerância com criminosos.

– Os maiores escândalos de corrupção da história.

– Recessão, desemprego e a pior década para a economia em 120 anos.

Em 2019, porém, o Brasil entrou no caminho da prosperidade e da liberdade:

– Redução dos principais índices de violência.

– Sucessivos recordes de apreensão de drogas, sufocando o tráfico e libertando os brasileiros de bem.

– Defesa da vida desde a concepção.

– Defesa da inocência dos pequenos e da dignidade dos idosos e das mulheres.

Cuidado a quem mais precisa (pensão vitalícia para famílias com crianças vítimas do zika vírus / isenção de impostos para medicamentos da aids, do câncer, da covid e outros…).

Ainda em 2019, o Brasil estava de volta ao caminho da prosperidade:

– Ações pela liberdade para trabalhar e empreender.

– “Taxa de desemprego cai para 11% em dezembro” (IBGE)

– Brasil foi o 4º principal destino de investimentos no G20 em 2019

-Fim da rotina de escândalos de corrupção

Foi assim que, em 2019, primeiro ano do Governo do Presidente Bolsonaro, foram criadas as condições para que, no contexto do coronavírus, o Brasil fosse um dos países que mais recupera infectados e um dos que mais investiu na defesa da vida.

Duas foram as determinações desde sempre: defender a vida e preservar os empregos, a dignidade dos brasileiros. Milhões de vidas foram salvas, famílias foram alimentadas e a esperança sobreviveu com ações como o Auxílio Emergencial e o socorro às empresas.

Em 2019, entramos no caminho de prosperidade, que em 2020 permitiria ao Brasil decolar definitivamente não fosse a crise sanitária, humanitária e econômica que assolou o mundo. Mas foi essa retomada que nos permitiu reagir à crise do coronavírus de modo exemplar.

No combate ao coronavírus, o Brasil investiu mais do que a média dos países avançados e emergentes. Com foco na defesa da vida e na preservação do emprego e da dignidade dos brasileiros. Milhões de brasileiros foram salvos.

Para estados e municípios foram mais de R$ 125 bilhões, mesmo que esses tenham decidido por restringir as atividades econômicas, sem planos de contingência para garantir que as pessoas pudessem trabalhar.

Sem ingerência sobre os entes estaduais e municipais, ao Governo Federal restou lidar com as consequências do “fecha-tudo”: empresas quebrando, trabalhadores perdendo empregos e todos sendo tolhidos em sua dignidade.

O governo investiu centenas de bilhões de reais para socorrer empresas de todos os tamanhos (especialmente as menores), preservando tantos empregos quanto possível. E mais da metade dos brasileiros foram impactados pelo Auxílio Emergencial.

Tudo foi feito para que o Brasil pudesse seguir em frente, para um novo recomeço. Com cuidado, amor e esperança, vamos retomar a confiança.

O Brasil que começou a decolar em 2019, já está retomando o caminho. Este país de gente forte está pronto para seguir em frente.

O Brasil é forte. O Brasil será uma grande nação.

Leia também

Lula tem 45% contra 33% de Bolsonaro no primeiro turno, aponta pesquisa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A menos de 50 dias das eleições, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da...

Novo avião supersônico deve ter o dobro da velocidade das aeronaves atuais

Conheça o Overture, projeto de avião supersônico que terá o dobro da velocidade das aeronaves atuais   Viajar de Miami para Londres em...

VARÍOLA DOS MACACOS: Queiroga diz que rede de diagnóstico da doença será ampliada até o fim de agosto

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que, até o final de agosto, todos os laboratórios centrais de...

Faixa elevada foi concluída no bairro irmãos Fernandes para dar proteção e segurança aos pedestres

A equipe de servidores da Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Guarda Civil Municipal de Barra de São...

Ipec no ES: 49% aprovam gestão do governador Renato Casagrande; 16% reprovam

  Renato Casagrande (PSB) é candidato à reeleição ao governo do ES em 2022 — Foto: Vitor Jubini/Rede Gazeta Pesquisa...

Enivaldo faz abertura oficial do Gabinete Administrativo do Pesque Pague e diz que local terá eventos todos os domingos

Pelo menos 250 pessoas passaram, na tarde deste sábado, 13, pelo restaurante do antigo Pesque Pague Paraíso, agora...

Rodrigo César e Vitória-ES chegam a um acordo, e treinador segue no clube para a temporada 2023

  Campeão da Copa Espírito Santo e vice do Campeonato Capixaba, o técnico Rodrigo César vai seguir no Vitória-ES...

Preso suspeito de assassinar companheiro da ex em São Domingos do Norte

A Delegacia de Polícia (DP) de São Domingos do Norte, em operação com a Polícia Militar, prendeu, nesta...