Nuvem de gafanhotos pode chegar na quarta-feira ao Rio Grande do Sul, preveem técnicos

A nuvem de gafanhotos que está na província de Corrientes, Argentina, pode chegar na próxima quarta-feira (22) ao Rio Grande do Sul, segundo técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado. O movimento migratório dos insetos foi impulsionado pela onda de calor que atingiu a região no último fim de semana.

Até a manhã desta segunda-feira, estima-se que a nuvem esteja entre 120 km e 130 km da fronteira brasileira – do município gaúcho de Barra do Quaraí.

O tempo quente e seco, favorável para a movimentação dos insetos, deve permanecer na região até a próxima quinta-feira. Em comunicado, a Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul informa que aumentou a vigilância sobre a possível entrada da nuvem no Estado. “Com essa condição climática, precisamos estar preparados”, afirmou o chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da pasta, Ricardo Felicetti. Ele também disse que a secretaria está apreensiva, mas preparada para o caso de uma eventual ocorrência da praga no Estado com um plano operacional de emergência. A eventual chegada dos insetos poderia afetar a área destinada às culturas de inverno e à pastagem.

O Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa) informa que a nuvem de gafanhotos ainda restante no país permanece na província de Corrientes. Apesar da menor velocidade de movimentação, o Senasa não afasta a possibilidade de um novo deslocamento dos insetos, em virtude do aumento da temperatura na região desde domingo. Em um possível novo voo, os insetos poderiam se deslocar para a província de Entre Ríos – fronteira com o Brasil.

Conforme o levantamento do Senasa, a área ocupada pelos gafanhotos abrange um perímetro de 2,7 quilômetros em 36 hectares. Estima-se que a nuvem tenha 400 milhões de insetos. Em seu comunicado mais recente, publicado no sábado (18), o Departamento relatou que técnicos do governo argentino realizaram uma nova aplicação de inseticidas sobre a nuvem.

Produtores gaúchos monitoram também o deslocamento de outra nuvem de insetos no Paraguai. A nuvem está no Norte do país, cerca de 300 km distantes da Argentina, segundo o Senasa. Os técnicos do Serviço Nacional de Saúde e Segurança Vegetal do Paraguai (Senave) tentam localizar os insetos para aplicação de produtos químicos.

Informações: Estadão

Leia mais

Mais de 805 mil pedidos foram analisados e considerados elegíveis

Desde o início do programa, 150,49 milhões de requerimentos foram processados pela Dataprev. Foto: Agência Brasil A Dataprev encaminhou à Caixa mais um lote para...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sudeste do país tem tempo chuvoso, nesta terça-feira (21)

Previsão de tempo chuvoso na região Sudeste do país, nesta terça-feira (21). Destaque para a chuva pesada e volumosa, com trovoadas, entre o norte...

UFSC testará efeitos da Cannabis em profissionais de saúde

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realizará nos próximos meses a maior pesquisa já feita no país para avaliar os efeitos da cannabis...

Pesquisadores brasileiros alertam comunidade internacional sobre risco de aumento de diversas doenças no país

Dez pesquisadores brasileiros publicaram uma carta na revista científica The Lancet, renomado periódico de medicina, em que fazem um alerta para o risco de...

Leia também

Nova Política Nacional de Educação Especial é lançada em Brasília

Nova PNEE foi ampliada trazendo uma perspectiva equitativa ao longo da vida. Foto: José Cruz / Agência Brasil A nova Política Nacional de Educação Especial...

Empresa vencedora de leilão deverá universalizar o abastecimento de água a 13 cidades de Alagoas

Devem ser investidos R$ 2,6 bilhões em infraestrutura de saneamento básico ao longo de 35 anos de contrato Com a meta de universalizar o abastecimento...

Brasil registra a criação de quase 250 mil novos empregos em agosto

A construção registrou saldo positivo de 50.489 empregos formais gerados Foto: Banco de Imagens Em agosto, o Brasil registrou o segundo mês consecutivo de geração...

Operação conjunta dos Ministérios da Defesa e da Saúde leva auxílio às comunidades indígenas no Maranhão

26 profissionais de saúde atuarão junto a mais de 12 mil indígenas Foto: Agência Brasil Os Ministérios da Defesa e da Saúde realizam a terceira...