Novo Marco do Saneamento permitirá a universalização do serviço

Novo Marco do Saneamento permitirá a universalização do serviço

Agência Nacional de Águas ficará responsável, também, por definir e organizar as normas para a prestação dos serviços de saneamento básico no País
– Foto:
EBC

O novo Marco Legal do Saneamento Básico foi aprovado nesta semana pelo Congresso Nacional e vai garantir a milhões de brasileiros acesso aos serviços de tratamento de água e esgoto.

Em suas redes sociais, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o marco permitirá a universalização do saneamento no Brasil em até sete anos. “A aprovação do novo marco legal do saneamento permitirá a universalização do serviço no Brasil em até sete anos. O novo modelo abrirá espaço para a entrada de dezenas de bilhões de reais em investimentos privados no setor”, afirmou.

“O saneamento básico repetirá a ampliação de acesso pela qual passou o mercado de telefonia celular após a privatização das companhias telefônicas. Ninguém tinha saneamento e agora vai ter”, completou.

Hoje, no País, 35 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada e 104 milhões, não contam com serviços de coleta de esgoto. Com o marco legal, o Ministério da Economia estima atrair R$ 700 bilhões em investimentos para o setor; e gerar cerca de 700 mil empregos nos próximos 14 anos.

Entre as novas regras para o setor aprovadas pelo Legislativo, estão a abertura de licitação para serviços de água e esgoto, a autorização de entrada da iniciativa privada nas concessões e um prazo para os municípios acabarem com os lixões.

Agora, o Projeto de Lei (PL Nº 4.162/2019) segue para sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

E o que é um marco regulatório?

É um conjunto de regras e leis que regulam o funcionamento de setores que têm agentes privados prestando serviços de utilidade pública, como ocorre, por exemplo, com o setor de telefonia.

Principais mudanças

Pelo projeto aprovado pelo Congresso Nacional, a ANA, a Agência Nacional de Águas, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, passaria a ser reguladora do setor. Além de continuar com o papel de garantir a segurança hídrica do país, ficaria responsável, também, por definir e organizar as normas para a prestação dos serviços de saneamento básico no Brasil.

O texto também permite a entrada da iniciativa privada na prestação de serviços de saneamento; e fixa prazo para licitação obrigatória de serviços. Propõe o fim dos chamados contratos de programa, fechados entre municípios e empresas estaduais de saneamento sem licitação.

O novo marco legal também define metas de universalização até 31 de dezembro de 2033: garantir o atendimento de 99% da população com água potável e de 90%, com tratamento de esgotos.

O projeto também estabelece novos prazos para que as cidades encerrem os lixões a céu aberto: Até 2021 para capitais e regiões metropolitanas e até 2024 para municípios com menos de 50 mil habitantes.

Pelo texto aprovado no Congresso Nacional, famílias de baixa renda receberiam subsídios para cobrir os custos dos serviços e gratuidade na conexão à rede de esgoto. Outros critérios também deverão ser atendidos, como não interrupção dos serviços, redução de perdas e melhoria nos processos de tratamento.

 

Leia mais

Consultorias gratuitas do Sebrae/ES ajudam a alavancar pequenos negócios

Em análise feita pelo Serviço de Apoio as...

Justiça recebe denúncia e torna ré a mãe de gêmeos mortos em incêndio no Norte do Espírito Santo

Irmãos morreram em um incêndio no dia 14 de maio, em São Mateus. Investigação aponta que os dois estavam sozinhas em casa. A mãe dos...

Do campo à mesa consumidor: governo garante abastecimento da população

Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina fala sobre as ações para garantir o abastecimento de alimentos...

Defensoria Pública cobra investigação sobre crimes contra pessoas em situação de rua no Espírito Santo

A Defensoria Pública do Espírito Santo (DPES) encaminhou um ofício para Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) cobrando informações sobre as investigações...

Leia também

Novo decreto uniformiza prazos de medidas para enfrentamento de emergências em Barra de São Francisco

DECRETO Nº 247 - DE 03 DE AGOSTO/2020: UNIFORMIZA OS PRAZOS E LIMITAÇÕES DAS MEDIDAS PARA ENFRENTAMENTO DA EMERGÊNCIA DE SAÚDE PÚBLICA E DÁ OUTRAS...

Dono de ferro-velho encontra granada no meio de sucata e aciona a polícia no Espírito Santo

A Polícia Militar foi acionada pelo proprietário de um ferro-velho, localizado em Boa Vista I, em Vila Velha, na Grande Vitória, que relatou ter...

PRF apreende submetralhadora de fabricação caseira dentro de ônibus no Norte do ES

Armas e drogas estavam nas malas de três pessoas. Entre elas, uma adolescente de 16 anos. Por Luiz Zardini, G1 ES e TV Gazeta Uma submetralhadora...

Espírito Santo é o único estado do Sudeste com queda no número de mortes por Coronavírus

O Espírito Santo integra o grupo dos estados que estão apresentando queda no número de mortes da Covid-19, sendo o único da região Sudeste...