Novo mapa tem Barra de São Francisco e outras 16 cidades em risco alto; restrições no comércio vão valer por duas semanas no ES

Uma nova matriz de risco, foi divulgada na tarde desta sexta-feira (12), pelo governador Renato Casagrande. Na última semana, apenas o município de Ibatiba estava em risco alto, mas com o avanço da doença no Estado, 17 cidades agora estão em vermelho no mapa e 61 em risco moderado (veja no mapa abaixo).

“Vimos o Brasil passar de 2.300 mil mortes registradas nos últimos dias. Estamos em primeiro lugar no mundo em relação aos óbitos. Pessoas perdendo a vida sem atendimento digno, estamos vivendo isso no Brasil. O pior momento da pandemia é este. Estamos vivendo essa realidade na maioria dos estados. Aqui no Espírito Santo temos uma realidade um pouco diferente. Estamos tentando capacidade de atender os capixabas com leitos de UTI. Tanto que conseguimos atender pacientes de outros estados e tivemos condições de dar as mãos e sermos solidários”, disse Casagrande.

“Estamos vivendo também um momento de pandemia. O Estado está com indicadores crescentes da pandemia e isso se observa por indicadores, como a taxa de transmissão, que estava abaixo de 1. Agora a taxa de transmissão já é maior que 1, tanto na Grande Vitória como no interior. Isso pode aumentar a internação e já estamos vendo a quantidade de pessoas que estão internadas nos leitos de UTI. Temos hoje 12 pacientes de outros estados e paramos de receber pacientes de fora do estado. temos uma taxa de ocupação de 84,5%. quando desconta esses pacientes, temos taxa de 82,5%”.

“A média móvel de óbitos está acima de 18 óbitos por dia e hoje temos mais de 7 mil pessoas identificadas como pessoas carregando o vírus. Estamos vendo o crescimento da pandemia e temos que nos preocupar. O volume de doses das vacinas que estão chegando é um numero pequeno”.

“Infelizmente por falta de contratos do Governo Federal, não temos a rapidez que esperávamos. Infelizmente não chegamos ainda a 5% da população vacinada. Estamos tentando comprar vacinas, mas ainda não encontrarmos fornecedores, já que estão optando por fornecer para governos federais. A indicação do que vemos é sinal vermelho, de perigo e risco que temos hoje no Espírito Santo”.

“As restrições são para conter e diminuir a circulação do vírus. Nos próximos 14 dias, os municípios estão na regra de risco alto.”

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também