Novo inquérito sorológico estima que mais de 262 mil capixabas foram infectados pelo coronavírus

Segunda fase dos testes a domicílio organizados pelo Governo do Estado mostrou, ainda, que quase metade dos infectados é assintomática.

 

Mais de 262 mil capixabas e domiciliados no Espírito Santo podem já ter tido contato com o coronavírus (Covid-19). A estimativa foi feita com base nos resultados da segunda fase do inquérito sorológico, a testagem a domicílio para a Covid-19 organizada pelo Governo do Espírito Santo.

Além disso, a análise apontou que quase metade das pessoas infectadas pelo coronavírus no estado não apresentaram sintomas da doença. Ou seja, os assintomáticos foram 47,6% do total de pessoas testadas na segunda fase do inquérito.

Os resultados foram divulgado na tarde desta segunda-feira (3), em coletiva de imprensa do secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes, e do subsecretário de Vigilância Epidemiológica, Luiz Carlos Reblin.

Ao todo, foram feitos 8.374 testes nos municípios de Afonso Claudio, Serra, Vila Velha, Vitória, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Santa Maria de Jetibá e Marataízes.

A maior parte da população infectada está nos municípios da Grande Vitória. Vila Velha pode ter mais de 40 mil infectados; Serra cerca de 37 mil; Cariacica mais de 30 mil e Vitória, pouco mais de 20 mil infectados.

Queda na prevalência

Essa etapa do inquérito foi realizada de 27 a 29 de julho, cerca de um mês depois da etapa anterior, que aconteceu entre os dias 22 e 24 de junho e estimou que mais de 386 mil pessoas já tiveram contato com o coronavírus no estado.

Essa queda na estimativa é resultado da queda da taxa de prevalência, ou seja, o percentual de pessoas na população que teve o vírus.

A prevalência em todo o Estado, que era de 9,6%, reduziu para 6,52%. Já na Grande Vitória, a redução foi de 11,5% da população para 7,29%. No interior, a taxa era de 4,4% e passou para 4,25%.

“De fato, há uma redução da prevalência da projeção estatística entre as diversas fases do primeiro inquérito e a segunda fase do novo inquérito. Por isso, não fizemos a coletiva na semana passada, estávamos analisando esses resultados. O novo inquérito estimulou hipóteses muito profundas que provocaram o conjunto de especialistas envolvido no tema”, explicou o secretário de saúde.

Taxa de prevalência do coronavírus cai no ES — Foto: Divulgação/ Sesa

Cuidados

A segunda fase do inquérito confirmou alguns dados que já haviam sido apontados na primeira: a predominância de pessoas autodeclaradas pretas e pardas nos casos positivos e o maior percentual de infectados entre pessoas que usam mais o transporte público.

Também foram analisados nessa fase alguns hábitos que seriam formas de combater a infecção pelo coronavírus.

Foi comprovado que a maioria dos casos positivos não higieniza as mercadorias que chegam do supermercado.

Além disso, o uso adequado das máscaras também está relacionado ao menor contágio.

“Quem não utiliza ou utiliza mal, tem maior possibilidade de contrair o vírus. Quem sai de casa todos os dias, acaba se infectando mais”, explicou o secretário de Saúde.

Inquérito Sorológico é feito em fases no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Fim do ano

Nésio disse, ainda, que é possível que a pandemia se estenda até o final do ano, ou até que se encontre um tratamento específico para a doença.

O secretário ressaltou, ainda, que, embora o atual patamar de estabilidade da doença aponte uma certa segurança, não é o momento de relaxar nos cuidados adotados contra o coronavírus.

“Vamos enfrentar a doença sob novas condições, em um novo momento, possivelmente a partir do mês de setembro. Mesmo que ocorra o aumento da curva de casos, estamos mais preparados, mais seguros. Vemos uma curva que nos trouxe uma posição de segurança. No entanto, o excesso de confiança pode fazer com que as pessoas se apoiem na própria autoconfiança. Neste momento, o Estado manterá a cautela nas medidas para reabrir as atividades essenciais e econômicas”.

Aumento da ocupação de leitos

Durante a coletiva de imprensa, o secretário de Saúde enfatizou que o processo de transformação dos leitos exclusivos para Covid-19 em leitos que possam atender pacientes com outras doenças acontecerá até a próxima quarta-feira (5).

Por conta da diminuição no número de vagas, de acordo com Nésio, o percentual de ocupação de leitos exclusivos para a Covid-19 vai aumentar. Ele pediu, no entanto, que a população não se assuste com isso.

“Não se assustem, na terça (4) e quarta (5), com a ocupação de leitos hospitalares. Porque haverá uma grande migração de leitos de enfermaria para atender pacientes que não estão com a Covid. É importante que o aumento da ocupação nesses dias não assuste ninguém. Iremos continuar esse processo na medida que a gente consiga ter uma ocupação se aproximando dos 70%, para reverter leitos da Covid para atender pacientes não atingidos pela doença”.

Com informações de Any Cometti, G1 ES

Leia mais

Coronavírus: distribuição de máscaras continua nos terminais do Transcol

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e da Companhia...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Interior do Nordeste segue sem chuva nesta segunda-feira (14)

Por enquanto, não há condições climáticas para o retorno de chuva no interior do Nordeste do país, nesta segunda-feira (14). Enquanto isso, a faixa...

Relações Exteriores: 127 pessoas retidas no Egito retornam ao Brasil

Passageiros que voltaram ao Brasil na quarta-feira (8), vindos do Egito Foto: Ministério das Relações Exteriores Na quarta-feira (8), 127...

Secretaria da Saúde divulga 8º boletim de Covid-19

A Secretaria da Saúde (Sesa) recebeu, na tarde desta sexta-feira (06), mais resultados de amostras do...

Leia também

João Pedro realiza quarta live #SonsDeBarzinho nesta quinta-feira (01)

O cantor veneciano, João Pedro, vai realizar, nesta quinta-feira (01), sua quarta live do projeto #SonsDeBarzinho. A transmissão começará às 19h30, no canal oficial...

ES: Polícia Federal faz operação contra exploração sexual de crianças na internet

A Polícia Federal realizou na manhã desta terça-feira (29) uma operação contra a exploração sexual de crianças na internet. A Operação Prostasia cumpriu dois mandados...