Novo coronavírus: Impacto sobre pessoas empregadas na agropecuária estabiliza em junho

Após forte impacto da covid-19, no mês de maio, na população ocupada na agropecuária, houve estabilidade no trimestre finalizado em junho. Os cálculos são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), realizados a partir de dados do IBGE. Isso significa dizer que o cenário em termos de número de empregos na agropecuária não se agravou em junho, mas também não melhorou.

Em abril, maio e junho, quase oito milhões de pessoas estavam ocupadas na agropecuária, mas ainda assim um número inferior ao considerado normal, conforme modelo do Cepea. Se comparado ao trimestre anterior, a população ocupada se manteve estável (-0,21%), mas em relação ao mesmo trimestre móvel de 2019, houve queda de 7,85%, equivalente a 679 mil pessoas. 

Ainda levando em consideração o modelo adotado pelo Centro de Estudos, o número de pessoas ocupadas na agropecuária no trimestre móvel encerrado em junho registrou 391 mil pessoas abaixo do que era esperado para esse período. 

Plataforma digital promete agilidade na solicitação de crédito fundiário

Considerando o cenário geral do País, no trimestre móvel encerrado em junho, mais de 83 milhões de pessoas estavam ocupadas no Brasil, o que representou queda de 3% frente ao trimestre móvel encerrado em maio e de 10,7% frente ao mesmo trimestre móvel de 2019. 

Para os pesquisadores do Cepea, isso mostra que, embora o cenário tenha aparentemente parado de se agravar para a agropecuária em junho, esse não parece ser o caso para alguns outros setores econômicos. 

Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

Leia mais

Leia também