Novo cemitério de Barra de São Francisco terá modelo de parque

O cemitério municipal de Barra de São Francisco, que foi criado há cerca de 40 anos, está com sua capacidade praticamente esgotada e, diante disso, o prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) anunciou nesta terça-feira (2) a construção de um novo “campo santo” com capacidade para atender a demanda, segundo ele, “de pelo menos pelos próximos 100 anos”.

De acordo com o prefeito, existe espaço apenas para receber, aproximadamente, 100 sepultamentos no cemitério com com área de 20 mil metros quadrados, bem próximo ao centro da cidade.

Agora, Enivaldo quer construir o novo cemitério numa área maior, de 35 mil metros quadrados, na parte superior do terreno que a prefeitura adquiriu, em sua administração anterior, para criar o bairro Vila Luciene, a cerca de 3km da cidade.

No mês de janeiro de 2021 foram sepultadas 29 pessoas no atual cemitério municipal de Barra de São Francisco, projetando um volume superior ao ano de 2020, quando foram feitos 252 sepultamentos, segundo a administração do local. Isso significa que o espaço, atualmente, disponível será preenchido ainda no primeiro semestre deste ano. Por isso, o prefeito tem pressa.

Se mesmo tendo atravessado períodos de maior mortalidade, a área de 20 mil metros comportou os sepultamentos por 40 anos, não é demais projetar que uma área 50% maior, utilizando outra configuração de cemitério, possa comportar a demanda dos próximos 100 anos”, disse Enivaldo, que quer o novo cemitério municipal funcionando no modelo parque, sem túmulos, mas com sepulturas planas e sem construções.

Para o prefeito, é preciso modernizar a cidade até mesmo num ambiente que marca a despedida da vida terrena. “As sepulturas deveriam ser canteiros de flores para lembrar, com alegria, os bons momentos passados com aquele ente querido. É isso que queremos para o novo cemitério, cujo nome vamos abrir às sugestões da comunidade”, disse Enivaldo.

A área anexo à Vila Luciene é onde a Prefeitura vai construir o novo cemitério, no modelo parque, em Barra de São Francisco

Leia mais

Leia também