Novas ações para incentivar a alfabetização nas escolas públicas

Duas novas ações voltadas à melhoria da educação no Brasil foram lançadas nesta semana pela Secretaria de Alfabetização, do Ministério da Educação (MEC). Uma delas é o Sistema On-line de Recursos para Alfabetização (Sora) e, a segunda, a Formação Prática para Gestores Educacionais da Alfabetização. Ambas integram o Programa Tempo de Aprender, que busca oferecer apoio pedagógico para a melhoria da alfabetização e formação continuada de professores.

Ao participar do lançamento das duas ferramentas, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, reafirmou o compromisso do Governo Federal com os primeiros anos escolares. “Nosso objetivo é construir alicerces sólidos e, assim, contribuir para o desenvolvimento social e econômico do nosso país.”

Sora – Sistema On-line de Recursos para Alfabetização

O Sistema On-line de Recursos para Alfabetização foi desenvolvido pelo Ministério da Educação em parceria com a Universidade Federal de Goiás. É uma ferramenta criada para oferecer aos professores que trabalham com alfabetização suporte na hora de elaborar planos de aula e atividades pedagógicas. Reúne dezenas de atividades educativas e recursos pedagógicos adicionais. Disponibiliza também um banco de itens de avaliação formativa para potencializar a aprendizagem dos alunos.

A ferramenta, segundo o ministro da Educação, Milton Ribeiro, oferecerá mais eficiência e agilidade aos professores. “O Sora é completamente baseado em evidências científicas. Desse modo, representa a democratização de ganhos de qualidade, eficácia e agilidade para os professores da alfabetização.”

O Sora já pode ser acessado por meio do portal do Tempo de Aprender. O interessado pode se cadastrar usando o e-mail ou CPF e criando uma senha.

Formação prática para gestores da alfabetização

Já a Formação Prática para Gestores Educacionais da Alfabetização é um curso destinado a diretores e coordenadores pedagógicos que atuam no ciclo de alfabetização. Foi elaborado em parceria com a Escola de Administração Pública (Enap). A formação conta com seis módulos que tratam desde a gestão organizacional até a condução de recursos escolares.

“A Formação Prática para Gestores Educacionais da Alfabetização aborda módulos de gestão de pessoas, de recursos, de informação e de área de pedagogia também. O curso promove a profissionalização da gestão escolar e fornece subsídios à tomada de decisão, o que impacta diretamente a relação ensino-aprendizagem”, acrescentou o ministro Milton Ribeiro.

Ações voltadas para alfabetização:

Programa Tempo de Aprender

O Tempo de Aprender é um programa estratégico do Ministério da Educação destinado a profissionais da educação que atuam no último ano da pré-escola e nas duas primeiras séries do ensino fundamental das redes públicas estaduais, municipais e distrital. Foi desenvolvido a partir das diretrizes da Política Nacional de Alfabetização (PNA), que busca elevar a qualidade da alfabetização e combater o analfabetismo em todo o país.

O Tempo de Aprender tem como objetivo enfrentar as principais causas das deficiências da alfabetização no país. Está estruturado em quatro eixos e dez ações.

Curso ABC

Também pensando em melhorar a qualidade da educação no Brasil e valorizar os professores de alfabetização, a Secretaria de Alfabetização disponibilizou, no formato on-line, o conteúdo do curso Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), voltado para educadores da pré-escola e do ensino fundamental. Segundo o Ministério da Educação, o curso ABC já possui 200 mil vagas e é a segunda formação mais procurada no Ambiente Virtual do MEC (Avamec), onde ocorrem as aulas.

O material do curso on-line está dividido em duas partes: uma parte teórica, composta por 23 capítulos que apresentam conhecimentos teóricos para o ensino da leitura e da escrita. A segunda parte do material é prática, com programas de intervenção e atividades para alunos de cinco e seis anos de idade, estruturadas e adaptadas ao português do Brasil.

Conta pra Mim

Outra estratégia do MEC para auxiliar no processo de alfabetização é o Conta pra Mim. Esse programa foi criado para incentivar a leitura, reforçar os laços familiares e combater o analfabetismo.

O acervo do Conta pra Mim conta com um vasto material literário. São 40 vídeos direcionados aos pais, com conteúdos, como a importância da literacia, a leitura dialogada e a narração de história.

Além disso, o programa possui 44 livros infantis digitais gratuitos e vídeos animados com fábulas de Monteiro Lobato narradas por Toquinho. Contém ainda cantigas infantis populares interpretadas por Toquinho. Todas também em Libras e acompanhadas de partituras, para os pais que saibam tocar algum instrumento musical.

Graphogame

Outra ação da Secretaria de Alfabetização voltada ao público infantil, também para incentivar a educação, é o GraphoGame, um aplicativo lúdico destinado para crianças de 4 a 9 anos de idade.

O aplicativo é um apoio à alfabetização de crianças que estão se preparando para a alfabetização formal, as que estão no ciclo de alfabetização e aquelas que eventualmente não aprenderam a ler da forma esperada.

Acesse o Sora

Saiba mais sobre a Formação Prática para Gestores Educacionais da Alfabetização

Faça sua inscrição no Curso ABC

Acesse o acervo do Conta pra Mim

Novas ações para incentivar a alfabetização nas escolas públicas

iniciativas integram o Programa Tempo de Aprender. Foto: Arquivo / Agência Brasil


Leia mais

Leia também