Jovem autista de Nova Venécia cria canal para ajudar pessoas com a mesma condição que a sua

O estudante Enzo Feitosa Marques, 16 anos, criou um canal no YouTube com a intenção de ajudar pessoas com o mesmo transtorno que ele, o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). No vídeo, o veneciano explica de um jeito muito fácil, que as diferenças existem em qualquer ser humano, e que ninguém é igual ao outro. “Já pensou se todos fossem iguais? Seria chato. Eu sou autista, não me aceitava com essa condição, mas agora vi que isso não muda quem eu sou. Tinha vergonha, agora não tenho mais, entendi tudo”, diz o menino.

Na gravação, intitulada de “Eu sou autista”, o estudante conta como foi o processo para a aceitação e que, depois de muito tempo, concluiu que nada vem por acaso. “Deus tocou meu coração, entendi que era para eu ficar feliz comigo, do jeito que sou, agora vejo que posso ser o que eu quiser, consigo aprender e viver bem”, explica.

Enzo, que cursa o 2° ano do Ensino Médio na EEEM Dom Daniel Comboni, relata que sempre teve o sonho de ser famoso, mas que desistiu da ideia ao descobrir que era autista. “Tive crises de ansiedade muito tempo, hoje entendi que eu posso ser famoso, posso ser o que eu quiser ser. Levantei minha cabeça, não fico triste mais, tudo tem um propósito em nossa vida”, fala.

Entre as aptidões do Enzo está o fascínio por carros e som. O menino entende tudo sobre veículos, inclusive, quem quiser comprar um automóvel, pode tirar as dúvidas com ele, que realmente é mais que “graduado” no assunto, ninguém da família entende mais do tema que ele. Quem sabe esse também não seja o próximo tópico que o estudante vai abordar em seu canal? Fica a dica aí, Enzo!

O vídeo

Para fazer o vídeo, Enzo avisou à mãe, a Vanessa Dell Santo Feitosa, no sábado, um dia antes do Dia das Mães (10), mesmo dia que ele entrou em seu quarto e gravou o conteúdo. Apesar de ser véspera da comemoração das mães, o pai do adolescente, o autônomo Welisdan Kátio Gomes Marques, também não se conteve de alegria. A mesma felicidade é da mãe. “O melhor presente da minha vida foi essa notícia. Ele me olhou e disse que havia superado a vergonha e a não aceitação sobre ser autista, fiquei muito emocionada”, conta a mãe.

De acordo com Vanessa, a decisão de aceitar ser autista veio junto com a questão de gravar o vídeo e ter um canal, coisa que também é um grande passo na vida do garoto. “Partiu dele querer fazer esse canal. O irmão falou que ajudaria, mas ele não aceitou, preferiu fazer sozinho, dizendo que queria fazer tudo com o coração”, conta.

No gravação, Enzo ainda cita que superou a negação que tinha em ser autista, com as conversas com os pais e irmão, terapia e a participação na Associação de Mães Especiais (AME), grupo de Nova Venécia, que tem feito toda a diferença na região.

Quem quiser conferir o vídeo, é só acessar o YouTube. Se inscreva e ajude ao Enzo a divulgar informações sobre o autismo, pelo canal: Enzo _Feitosa.

Reportagem: Cintia Zache, redenoticiaes

» Enzo conseguiu ir além dos seus limites e agora promete levar muita informação sobre autismo em seu canal

Leia mais

Leia também