Nova Venécia dá adeus à enfermeira Eva Aparecida

Morreu na manhã desta segunda-feira (26), a enfermeira veneciana, Eva Aparecida Galvão Pereira da Silva, de 50 anos.

Ela estava internada há alguns dias no Hospital São Marcos e lutava contra um câncer no estômago, descoberto em exames pré-operatórios para realizar uma cirurgia de uma doença rara que possuía, chamada de Acalásia.

Como parte do tratamento, Eva chegou a ficar internada e realizar sessões de quimioterapia no Hospital Santa, em Vitória.

Em nota, a prefeitura de Nova Venécia manifestou seu pesar e ofereceu condolências à família e amigos. Ela era casada e deixa dois filhos.

Em uma rede social, diversos amigos de Eva também externaram seus sentimentos, entre eles, o ex-vereador, Luciano Márcio Nunes. “Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que lhe ilumine e te dê paz e o descanso merecido, minha querida amiga Eva Aparecida Galvão. Que Deus dê conforto à sua família para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade e sabedoria. Agradeço imensamente o tempo que tive a oportunidade de conviver com VOCÊ, será sempre lembrada por mim como amiga e grande profissional que foi. Honestidade, lealdade, inteligência, competência e sensibilidade sei que teve para lidar com as adversidades e conflitos entre muitos humanos. Deus quer ao seu lado os melhores e com certeza chegou o momento de você estar ao lado do nosso Senhor cumprindo uma nova missão. Vá em Paz minha eterna amiga!”, escreveu.

Os horários e os locais do velório e do sepultamento ainda não foram confirmados pela família. Assim que ambos forem informados, atualizaremos esta matéria.

Leia mais

Leia também