Nova Venécia busca soluções para os problemas causados pela Covid-19

Em virtude dos problemas causados pela pandemia no Município, a Prefeitura de Nova Venécia criou uma Comissão, composta por secretários municipais, para debater e definir ações na busca de soluções ao enfrentamento do contágio e ao impacto na economia local.

A Comissão já apresentou duas importantes ações que estão sendo colocadas em prática: contratação de pessoal para orientação sobre as causas do contágio da pandemia e o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais (Refis).

O Município contratou pessoas que irão orientar sobre a importância do uso da máscara, organizando filas, distanciamentos físicos e incentivando a vacinação. “Identificamos que bares, Caixa Econômica Federal, lotéricas, supermercados, transporte público, feiras, entre outros, são os locais de maiores aglomerações. Assim sendo, esta equipe contratada e servidores da Vigilância Sanitária irão trabalhar na orientação e conscientização para garantir a redução dos casos de Covid-19 no município”, informou a Secretaria Municipal de Saúde.

Já a Secretaria Municipal de Finanças destacou que nos próximos dias o Refis será protocolado na Câmara de Vereadores para análise e aprovação. “O Programa prevê que as dívidas tributárias e não tributárias, com vencimento até 31 de dezembro de 2020, possam ser pagas em até 24 parcelas mensais e sucessivas, com redução de até 100% dos juros e multas, para atenuar os efeitos da crise econômica provocada pela pandemia viral do coronavírus”, destacou.

O Município esclarece que outras ações serão implementadas enquanto houver riscos para a saúde e o bem-estar das famílias venecianas e prejuízos para a classe empresarial. “Não podemos focar nosso trabalho somente em obras estruturais. Nova Venécia precisa lutar pela vida. Por isso, vamos investir em campanhas de conscientização e tudo o que for necessário para garantir a saúde da população e o aquecimento da economia local. Precisamos da ajuda de todos nessa importante missão”, informou o Executivo.


Leia mais

Leia também