Nova secretária da Fazenda vai cuidar também do patrimônio e do controle de gastos

Clemida Satil já tem uma boa notícia para dar: a previsão de entrega de 5 mil títulos de posse imobiliária durantes a gestão de Enivaldo

Servidora de carreira há 22 anos e coordenadora do programa de regularização fundiária do município, a técnico em Contabilidade Clemilda José Satil Sala, 41 anos, será a próxima Secretária Municipal de Fazenda de Barra de São Francisco e já chega com a missão dada pelo futuro prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) de implementar as mudanças que ele deseja no setor, que passa a ser responsável pelo Patrimônio e Controle de Gastos.

“A prioridade é aumentar a arrecadação, regularizar o patrimônio e fazer rigoroso controle interno e dos gastos, principalmente dos insumos diários, como água e luz. Missão dada, missão cumprida. É um grande desafio, mas que tem um facilitador pelo fato de eu já estar lá dentro e conhecer bem a equipe”, disse Clemilda.

A nova secretária já tem uma boa notícia para dar: “Com fé em Deus, o Enivaldo vai entregar pelo menos 5 mil títulos de posse da terra nos seus quatro anos de gestão. Esse é um trabalho social importante no âmbito da Fazenda e estávamos preocupados com sua continuidade. Desde 2018 o prefeito Alencar me chamou para conduzi-lo e entregamos 169 títulos, e somente não entregamos pelo menos mil porque, com a pandemia, os cartórios passaram a trabalhar com pessoal reduzido”.

Clemilda conduz um trabalho que é referência na região Norte, porque permite às pessoas terem a escritura como legítimas proprietárias de seus lotes. Segundo ela, todos os distritos e boa parte da cidade está construída sobre áreas que foram parceladas (loteadas) de forma irregular e quem está nessa situação não consegue fazer melhorias, porque não tem documentos, por exemplo, para fazer financiamentos.

A futura secretária quer também humanizar o atendimento da Secretaria da Fazenda, tornando-a mais próxima da população. “A Fazenda é sempre mal vista pelo seu caráter arrecadador. Vamos, sim, trabalhar para aumentar a arrecadação em harmonia com outros setores, mas essencialmente queremos dar atendimento humano à população, principalmente as pessoas mais humildes, que são as que mais precisam de nós”.

Clemilda é casada, mãe de dois filhos. O marido é vigilante, mas é professor de kickboxing, uma modalidade esportiva que mistura chutes e socos, é considerada arte marcial, de origem japonesa, e é usada para defesa pessoal. É também conhecida como full contact. Filiada ao PSD, Clemilda disse que a vida inteira acompanha Enivaldo dos Anjos.

“Não lembro da administração dele, porque eu era muito menina, mas sempre ouvi falar que é um homem de uma palavra só. Minha mãe sempre fala do hortão, onde as pessoas pobres ganhavam verduras para melhorar sua alimentação. Cresci ouvindo minha mãe falar bem e nunca tive a oportunidade de trabalhar com ele. A hora chegou e, de alguma forma, isso é a realização de um sonho”, disse Clemilda

Sobre a juventude de mais da metade do secretariado, Clemilda comentou que isso tem surpreendido a todo mundo. “Às vezes a gente pensa: meu Deus, somos tão jovens para tanta responsabilidade. Mas Enivaldo tem muita experiência, é um grande líder e um espelho para todos nós. Vou aproveitar essa oportunidade e sugar muito conhecimento dele”.

Leia mais

Leia também