Nova onda de casos pode acontecer no segundo semestre, diz secretário de saúde do Espírito Santo

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (10) o secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes, não descartou a possibilidade de uma nova curva de casos de coronavírus ainda neste ano.

Mesmo com a notícia de que a Grande Vitória vive agora um momento de recuperação, é possível que uma nova onda de casos volte a acontecer no futuro, pois ainda não existe vacina nem tratamento específico para a doença.

“É possível surgir uma nova curva de casos no Espírito Santo neste segundo semestre do ano. Enquanto não houver vacina, isso pode ocorrer. É uma expressão comum do comportamento da doença, que já ocorreu em outros países. Acreditamos que uma nova curva deverá ter proporções menores, mas devemos estar preparados”, afirmou Nésio.

De acordo com o subsecretário em Vigilância de Saúde, Luiz Carlos Reblin, é preciso manter as estratégias adotadas para que haja uma preparação para o que pode vir a acontecer. “É importante manter a coesão até que tenhamos um remédio ou uma vacina. Todos nós temos que estar preparados para momentos futuros, em que poderemos voltar as atividades, com regras, e quando tivermos que fechar novamente, por uma nova curva”, disse.

Mesmo com a desaceleração atual da curva na região metropolitana, Nésio Fernandes afirma que as estratégias de distanciamento ainda não serão modificadas, mantendo o que era previsto anteriormente. “Nossa quinta fase de expansão pode chegar a 800 leitos. Não vamos modificar nossas decisões e estratégias por causa da fase de recuperação da Grande Vitória. Vamos manter a capacidade do Sistema de Saúde”, disse.

Segundo Reblin, ainda há um longo caminho a ser percorrido no que diz respeito ao enfrentamento da doença. “A pandemia não termina no momento em que os casos se encerram ou começam a diminuir entre nós. Ela ainda tem um longo caminho a ser percorrido. Não podemos, neste momento, abrir mão daquilo que conquistamos. Se neste momento, nós abandonarmos o distanciamento social, começarmos a frequentar espaços públicos que estão vedados, se nós não continuarmos com as regras, tudo aquilo que nós conquistamos será perdido. A queda na curva é resultado do isolamento, se ele for rompido, ela volta”, afirmou o subsecretário.

Novo Inquérito Sorológico

Ainda de acordo com Reblin, uma nova fase do Inquérito Sorológico deve ser realizada nas próximas semanas, para aprofundar o conhecimento do comportamento da pandemia no Estado. Nesta etapa, os municípios vão poder sinalizar o interesse em participar do estudo. “Ele terá a disposição uma ferramenta que mostre a realidade do seu município e de seus distritos”, disse.

Estado ultrapassou a marca dos 60 mil infectados

De acordo com a última atualização do Estado, no Painel Covid-19, na tarde de quinta-feira (09), o Estado já contabiliza 1.929 mortes e 60.009 casos confirmados da doença. Ao todo, 39.912 pacientes se recuperaram da doença.

Maior número de casos

Vila Velha, com 9.545 casos confirmados, é o município com o maior número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Em segundo lugar aparece a Serra com 8.930 casos e em terceiro lugar está Vitória que já contabiliza 8.806 casos.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Governo retomará obras de duplicação na BR-135 no Maranhão

Governo retomará obras de duplicação na BR-135 no Maranhão

Espírito Santo compra mais de seis mil máscaras para proteção individual dos policiais civis

A Polícia Civil comprou 6,4 mil máscaras descartáveis de proteção individual que já estão sendo distribuídas...

Mais de um milhão de acordos de trabalho coletivos e individuais já foram firmados após MP

Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Foto: Edu Andrade/ME Até a segunda-feira (13), mais de um milhão...

Governo Federal já recebeu R$ 20,3 milhões em doações para combater pandemia

Cidadãos e empresas doaram insumos hospitalares como máscaras, álcool em gel, termômetros e jalecos. –...

Leia também

Municípios paranaenses economizam 17 milhões após alertas do TCE- PR

“É melhor prevenir do que remediar”. O provérbio popular descreve bem o que o Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) tem feito no monitoramento...

Política governamental pode ampliar a produção nacional de minerais estratégicos

Na tentativa de priorizar esforços governamentais para a implantação de projetos de produção de minerais estratégicos para o desenvolvimento do Brasil, o Conselho de...

Maioria dos prefeitos médicos teve bom desempenho contra Covid-19

Durante as eleições, 276 dos mais de cinco mil prefeitos brasileiros declararam à Justiça Eleitoral que são médicos. Por mais que a profissão possa...

Sem crédito para cobrir custos fixos, empresas do Amazonas reduzem quadro de funcionários

O cenário da crise causada pela pandemia de Covid-19 vem acumulando cada vez mais empresas com portas fechadas. Com a diminuição da atividade econômica,...