Nova lei de atendimento bancário aos clientes é sancionada em Barra de São Francisco

Compartilhe

A Câmara Municipal aprovou, na sessão ordinária da última segunda-feira, 27, mudanças na lei municipal 024/2005, que estabelece o tempo máximo de atendimento aos clientes de bancos em Barra de São Francisco.

A nova lei foi sancionada nesta quinta-feira, 30 de setembro, pelo prefeito Enivaldo dos Anjo (PSD), que vem travando uma verdadeira guerra contra o mau atendimento nas agências bancárias do município.

A partir de agora, todas as agências bancárias e instituições financeiras com sede ou filial em Barra de São Francisco, além de respeitar o prazo máximo de atendimento, devem disponibilizar cadeiras para os clientes esperarem sentados e também locais protegidos de sol e chuva para os clientes.

Por fim, o documento estabelece que as instituições financeiras devem afixar cópia da lei em local visível e, além das multas cumulativas, em caso de descumprimento a desobediência à lei poderá resultar na suspensão ou cassação do alvará de funcionamento da instituição infratora.

Multas

Desde o início deste ano, a agência de Caixa em Barra de São Francisco, levou 17 multas pelo mesmo motivo: Descumprimento de lei municipal que limita em 30 minutos o tempo de espera para o cliente ser atendido pelo serviço bancário da cidade. Por ser reincidente, a multa aplicada por agentes da Secretaria Municipal de Fazenda foi de R$ 3.791,00.

A agência do Banco do Brasil também recebeu multa pelo mesmo motivo no mês passado, como foi a primeira, o valor foi a metade da multa aplicada à Caixa.

Irritado com a falta de providências dos bancos federais, principalmente a Caixa, para o recorrente problema de filas de clientes dentro e fora da agência, debaixo de sol, o prefeito Enivaldo dos Anjos determinou à Secretaria de Fazenda manter o rigor e aprovou lei que endurece ainda mais o tratamento aos infratores.

“A multa é aplicada e, se não pagarem, vamos judicializar. Preferem pagar a multa do que resolver o problema, que afeta principalmente a população pobre. Ninguém vê rico nas filas, somente os pobres, porque os ricos eles atendem internamente. Vamos dar jeito nisso nem que eu tenha que cassar a licença de funcionamento da agência”, disse Enivaldo.

Segundo o prefeito, até o final do ano as multas vão continuar, mas se não houver providências por parte do banco, “com um local coberto e em ambiente refrigerado para atendimento, o jeito vai ser não renovar o alvará de funcionamento”.

A primeira multa na agência da Caixa foi aplicada no valor de R$ 1.895,00 no dia 7 de janeiro. Agora, o prefeito prometeu que, se for necessário, aplicará uma multa por dia até que o banco tome providências.

Os problemas começaram em maio de 2020, quando a Caixa ficou responsável por pagar os auxílios emergenciais do Governo Federal. “Principalmente, no início de mês, quando os aposentados e pensionistas do INSS recebem pagamento, e nas datas de pagar o auxílio por conta da pandemia de Covid, o problema se repete”, disse Enivaldo.

Prefeito Enivaldo dos Anjos

Leia também

Vereadores se reúnem com representantes da Cesan em busca de melhorias

  O presidente da Câmara de Nova Venécia, Delei da Borracharia (Solidariedade), e os vereadores Dega do Altoé (PDT),...

Vila Pavão completa 32 anos de emancipação política

1º de julho é uma data especial para Vila Pavão. Nesse dia, o município comemora 32 anos de...

Dois jovens morrem em grave acidente entre motos em Alto Rio Novo

Duas pessoas morreram em um grave acidente entre duas motocicletas na tarde desta sexta-feira (1º), na rodovia ES-164...

Caderneta Vacinal em dia

Olá, aqui é Fabi Costa, e hoje a gente vai falar sobre a importância de estar com as...

Defesa Civil Nacional autoriza repasse de mais de R$ 10 milhões a 14 cidades do País

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), autorizou, nesta quarta-feira (29), o repasse de...

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e...

Hortões municipais já produziram e entregaram 1.936 caixas de verduras, legumes e frutas

Os hortões municipais geridos pela Secretaria Municipal de Agricultura (Semag) já produziram 1.936 caixas de legumes, verduras, frutas...