Nova escola de Tempo Integral de Barra de São Francisco inicia ano letivo com 323 alunos • SiteBarra

Nova escola de Tempo Integral de Barra de São Francisco inicia ano letivo com 323 alunos

As aulas na Escola Municipal de Tempo Integral Ozéias Resende terá início em 1 de fevereiro. A escola inicia o ano letivo de 2022 com 323 alunos divididos em 12 turmas do 1º ao 5° ano do ensino fundamental. O horário das aulas é das 7h30 às 16 horas. Serão oferecidas três refeições nos dias letivos: café da manhã, almoço e lanche. A escola terá consultórios médico e dentário e também atendimento psicológico.

Além das matérias comuns da grade curricular o aluno também terá aulas de novos conteúdos, como Experimentando o Mundo, Protagonismo, Projeto Integrador, Estudo Orientado e Inglês. As aulas de Matemática passam de cinco para seis e as de Língua Portuguesa de cinco para sete por semana. Aulas de Educação Física serão ministradas na quadra de esportes da escola e na sede social do Banestes.

A prefeitura de Barra de São Francisco realiza ampla reforma no antigo imóvel onde funcionou a Escola Santa Terezinha e agora será sede da Escola Municipal de Tempo Integral Ozéias Resende.

O que é Educação Integral?
A Educação Integral é uma concepção que compreende que a educação deve garantir o desenvolvimento dos sujeitos em todas as suas dimensões – intelectual, física, emocional, social e cultural e se constituir como projeto coletivo, compartilhado por crianças, jovens, famílias, educadores, gestores e comunidades locais.
A Educação Integral:
• é uma proposta contemporânea porque, alinhada as demandas do século XXI, tem como foco a formação de sujeitos críticos, autônomos e responsáveis consigo mesmos e com o mundo;
• é inclusiva porque reconhece a singularidade dos sujeitos, suas múltiplas identidades e se sustenta na construção da pertinência do projeto educativo para todos e todas;
• é uma proposta alinhada com a noção de sustentabilidade porque se compromete com processos educativos contextualizados e com a interação permanente entre o que se aprende e o que se pratica;
• promove a equidade ao reconhecer o direito de todos e todas de aprender e acessar oportunidades educativas diferenciadas e diversificadas a partir da interação com múltiplas linguagens, recursos, espaços, saberes e agentes, condição fundamental para o enfrentamento das desigualdades educacionais.
Aprendizagem permanente e o Currículo Integrado
Para a educação integral é fundamental que a questão da multidimensionalidade dos sujeitos esteja contemplada em todos os aspectos do processo de ensino-aprendizagem, garantindo interações e estratégias que garantam o desenvolvimento não apenas intelectual, mas também social, emocional, físico e cultural. O desenvolvimento integral é, portanto, o elemento central da proposta formativa da Educação Integral.
Isso significa que na Educação Integral os conteúdos acadêmicos se articulam aos saberes dos alunos e comunidades, dialogam com diferentes linguagens e compõem experiências formativas que envolvem e integram o conhecimento do corpo, das emoções, das relações e códigos socioculturais.
Além disso, são também elementos curriculares na Educação Integral, as formas de gestão e organização da instituição (escola, organização social ou projeto), sua relação com o território, a rede de agentes envolvidos, as práticas pedagógicas, a formação de educadores e as estratégias de avaliação.
Escola na Educação Integral
Essencialmente no que se refere à Escola, o currículo da Educação Integral pressupõe o acesso do estudante a todas as áreas do conhecimento de maneira articulada e permanente, rompendo com a fragmentação das disciplinas e dando sentido aos conteúdos a partir das questões, trajetórias, experiências e relações dos sujeitos envolvidos nos processos educativos.
Em escola orientada por uma perspectiva integral de educação, sustenta altas expectativas de aprendizagem e desenvolvimento para todos os alunos ao mesmo tempo em que oferece instrumentos para que todos aprendam e se desenvolvam integralmente. Estas altas expectativas se sustentam na premissa de que todos os alunos são capazes de aprender. E, para isso, as estratégias devem ter clara intencionalidade pedagógica e compor um planejamento integrado que defina objetivos e metas de aprendizagem.

Veja também

Nova escola de Tempo Integral de Barra de São Francisco sendo preparada para início do ano letivo