“Nossa maior marca nessa administração foi a transparência”, diz Arnóbio

Reeleito em Pinheiros com 6.831 votos (52,22% dos votos válidos), Arnóbio Pinheiro (Cidadania), terá nas mãos a oportunidade de chefiar o município por mais quatro anos.

Apesar de ir para um segundo mandato, o prefeito disse que ainda há muito o que fazer na cidade, em especial, quando o assunto é Segurança Pública.

Neste sábado, a Rede Notícia traz uma entrevista, exclusiva, com Arnóbio, que na última semana também foi eleito presidente do CIM Norte.

No bate-papo, além de segurança, o prefeito fala de vários outros assuntos e exalta grandes conquistas nos seus primeiros quatro anos. Confira:

Campanha
“Assim como a administração que nós implantamos no nosso município, diferente e de mudanças, a campanha foi a mesma coisa, sem altos investimentos, com os pés no chão, que condiz com a realidade do Arnóbio Pinheiro. Nós somos isso aí. Não poderíamos fazer diferente, até porque não temos condições e, talvez, se fizesse, o eleitor poderia não compreender como um gestor pé no chão investisse tanto. Não tínhamos condições de investir e, se tivesse, também não investiríamos tanto para ter êxito em uma eleição, porque acreditávamos em um projeto implantado entendido pelo o povo e que ele daria esse retorno, nos conduzimos a mais um mandato”.

Reeleição
“Toda administração é um novo desafio e eu, para se ter uma ideia, não gostaria de ser candidato à reeleição, insisti com nosso grupo e com o povo da cidade para não disputar a eleição, mas houve um clamor muito grande e, aos poucos, eles foram me convencendo. Eu acho que já tinha dado a minha parcela de contribuição, dada a situação que nós herdamos o município e o colocamos em uma posição louvável, mas ainda temos muitas coisas a acertar. Eu também acredito que quem tenha vontade de fazer, dá para realizar muita coisa em quatro anos, por isso acredito que seja bom renovar, mas o clamor foi tão grande que as pessoas conseguiram, com muita inteligência e aos poucos, foram me convencendo. Foi difícil até para fazerem eu gravar um vídeo falando que eu seria um pretenso candidato, fiquei mal comigo mesmo por quase uma semana, mas acabei encarando e fiz algumas exigências, como na campanha passada, como: não faço compromisso com ninguém, não prometo nada para ninguém em termo de cargos. Estou livre, leve e solto. Não tenho um secretário ou cargo loteado nessa nova administração, assim como na anterior. Estamos livres para indicar nossos futuros secretários, até porque eram 12 e nós reduzimos para cinco”.

Novos desafios
“A segurança é um desafio para o nosso município, haja visto, todos os investimentos que tem sido feito e ainda estamos com dificuldades. Sabemos que é um clamor nacional, mas aqui já fizemos diferente, investindo, com recursos próprios, em 10 câmeras de videomonitoramento que serão instaladas em locais escolhidos pela Polícia. Também temos um projeto no Governo do Estado, que estamos aguardando a autorização, que nos permite contratar profissionais da própria Polícia para prestar serviços, que seriam pagos pelo município. São 10 pedidos para aumentar o efeito no município, mas continuamos nessa luta. Mas nós sabemos que aumentar o efetivo e instalar câmeras não são as soluções de imediato e temos que investir para tirar os jovens que estão indo para o lado do crime. Quando assumimos, por exemplo, compramos cinco ônibus e demos transporte escolar gratuito para todo ensino superior, mas ainda não surtiu o efeito esperado, então, temos que ocupar nossos jovens que estão com tempo ocioso quando não estão na escola e projetamos que seja em escolas em tempo integral. Já fizemos esse pedido ao Governo do Estado, mas como ainda não chegou, estamos com um projeto da Escola Municipal de Tempo Integral. Nós entendemos que se oferecermos algo nesse sentido, além, é claro, de investimentos à Associações que temos aqui, como o Pinheiros Futebol Clube, o Pinheirense, que tem suas categorias de base, entre outras entidades que vamos estar conversando para estar ocupando esses jovens com coisas boas. Outra coisa: antigamente não se acreditava na possibilidade de grandes empresas virem para o nosso município, mas estamos conseguindo gerar empregos aqui, como a Placas do Brasil, mas não estamos com nosso povo empregado lá por falta de capacitação, mas vamos capacitá-los. Também temos uma fábrica de redinha de mamão para colocar aqui em Pinheiros, um dos maiores produtores do Estado. Ainda temos uma pedreira que está fornecendo material para asfaltos na região e que foi nós que trouxemos. Por fim, temos, também, super atacados, supermercados, farmácias e outros empreendimentos que estão acreditando no nosso município e vão acreditar ainda mais quando conseguirmos resolver esse problema histórico de segurança”.

Novas empresas
“Uma empresa de geração de energia solar, a Águia Branca, já olhou, comprou uma área e está prestes a se instalar aqui. Também existe o interesse de uma fábrica de tintas, mas ainda é prematuro falar”.

Esporte
“Temos feito um investimento muito grande nesta área, porque entendemos que esporte é saúde, é vida, e a equipe de Pinheiros está na primeira divisão, mas o município investiu pouco pelo fato de não poder, mas investimos nas categorias de base, com o Pinheirense e isso é fruto desse investimento. Estamos fazendo, ainda, dois campos de futebol, um no bairro Jundiá e outro no bairro Canário. Aqui, também, vem deslanchando a galera da corrida e do ciclismo. Queremos que o município de Pinheiros não fique só no futebol. Precisamos do esporte como um todo, investindo, também, no vôlei, no handebol, no futsal. Investir no esporte é resgatar a garotada, tirá-las das ruas e ocupa-las. Temos um projeto no Ginásio de Esportes, mas vamos fazer algo mais para nossos jovens vislumbrarem dias melhores”.

Obras
“Quando eu assumi a prefeitura, eu confesso que no terceiro dia eu pensei em renunciar, porque achava que não dava para fazer nenhuma obra no município, mas fizemos em quatro anos um montante que superou até outros gestores em mandatos de oito anos, em virtude da economia, da transparência. Estamos conseguindo fazer obras com preços bem enxutos e estamos chegando ao final da administração com 10 obras, de médio a grande porte, em andamento. Realmente estamos conseguindo alavancar o município em termos de obras e, para se ter uma ideia, devemos fechar esse mês faltando apenas dois bairros para receber calçamento em toda cidade. Estamos resolvendo algumas questões judiciais para entregarmos o município 100% calçado. A mesma coisa está acontecendo em São João do Sobrado e estamos bem perto de realizar esse sonho. São muitas obras, como dois postos de saúde, sendo um na cidade e outro em São João do Sobrado, praças em Vila Fernandes, no Centro, em São João do Sobrado, na Prefeitura, Praça Baiana, Praça de Niterói. Nós fizemos muito com pouco. Estamos construindo uma creche, quadras em escolas, estamos querendo fechar 100% de escolas reformadas”.

Transparência
“Nossa maior marca nessa administração foi a transparência. Para se ter uma ideia, tivemos uma obra de R$ 2,4 milhões, em que 18 empresas participaram e a empresa vencedora foi de R$ 800 mil, e estamos apertando ela para que possa dar conta do recado. Temos outra obra, também, de 1,35 milhão, mas a empresa venceu com pouco mais de R$ 700 mil, porém, é muito lenta, mas estamos no seu encalço e cobrando. Quando eu fiz outra obra, a Avenida Residencial Pinheiros, que também custava R$ 1,35 milhão, alguém da administração passada disse que não se fazia com R$ 750 mil. Fizemos e já foi entregue à população. Ainda adquirimos muitos veículos, reformamos hospitais, escolas, postos de saúde. Temos tido um bom retorno no nosso trabalho e o povo entendeu nosso clamor, tanto que fizemos pouca campanha, porque sabíamos que a população compreenderia e saberia que realmente foi feito tudo isso. Foi a eleição mais tranquila que eu já vi acontecer aqui em Pinheiros, sem investimentos e muitos recursos”.

Saúde
“A saúde de Pinheiros é uma das melhores do Estado, mas pouco entendida pelos nossos moradores. Apesar de todos esses investimentos, como aquisições de ambulâncias, reformas e construções de postos de saúde, contratações de médicos, a quantidade de exames já feita, mas a população não vê dessa forma. As pessoas no entorno elogiam muito a nossa saúde, querem vir para cá para serem atendidas. Temos um hospital municipal, o que poucos municípios têm no Estado e que é quase todo custeado com recursos próprios, em torno de R$ 600 mil. Nós temos feito todo um movimento para melhorar ainda mais o atendimento na nossa cidade, só que você atende 100 pessoas bem, mas se pecar por uma, é ela que vai para a rede social e aí prevalece ele, mas, mesmo assim, entendemos que há como melhorar ainda mais a saúde. Temos aparelhos de ultrassom e raio-x no nosso hospital, médicos renomados, mas ainda tem algo especial em relação ao atendimento, que é o que as pessoas mais clamam. Em relação aos exames, a quantidade que se marca é muito grande, mas estamos entendendo o clamor da população e estudando o que devemos melhorar ainda mais para, também, sermos elogiados nesse setor como em outras pastas”.

Agricultura
“Um município terminantemente agrícola. Nós obtivemos, sendo um pouco ousado, quase 100% dos votos do interior e conseguimos esse apoio só por patrolar estradas. Antigamente, não tínhamos estradas. Hoje, se chover, amanhã as máquinas já estarão lá. Porém, entendemos que devemos investir ainda mais no homem do campo, nessa produção, porque é maneira mais viável para se gerar emprego é na agricultura. O campo te dá um retorno muito grande e precisamos fazer investimentos mais ousados e, para isso, precisamos ouvir o agricultor”.

Secretariado
“Desde o primeiro governo, reduzimos de 12 para cinco secretarias e, agora, estamos estudando para ver se continuamos, porque temos acompanhando e visto que foi uma medida plausível e acertada. Nas gestões anteriores, existia, por exemplo, Secretarias de Obras e de Agricultura, que faziam uso das mesmas máquinas, então, fizemos a sua junção, como de outras pastas, que rendeu uma economia muito grande para o nosso município”.

Professores
“Nosso município tem o terceiro melhor salário de professores do Estado, mas não falo isso com muito orgulho porque eu quero ser o primeiro. Terceiro ainda está longe das minhas expectativas, porque é uma classe que precisa e merece. Temos que capacitá-los e pagá-los muito bem”.

Educação
“Damos transporte escolar para as faculdades, tem transporte escolar do interior e dentro da sede do município. Nunca se investiu tanto em educação como estamos investindo agora, com uniforme escolar para toda criançada e merenda de primeiro mundo”.

Comércio
“Temos que fazer um investimento diferenciado no nosso comércio. Nós já isentamos algumas taxas em função da pandemia, mas iremos sentar para receber algumas ideias de melhorias. Queremos capacitar nossos comerciantes para participarem de licitações, por exemplo, ganhar e manter nossos recursos no município. É um grande desafio”.

CIM Norte
“As coisas têm acontecido tão naturalmente na minha vida que chega a ser inacreditável. Eu não queria nem ir na eleição, não tinha qualquer interesse e fui a Mucurici. Antes de ir, alguém me ligou e me perguntou em quem eu votaria. Eu disse que nem sabia quem eram os candidatos, mas que votaria no do governador, porque sou afinado com ele, me deu o asfalto até São João do Sobrado que iremos começar em breve. Fui ver uma obra em Mucurici e lá, o prefeito mandou eu ir votar porque teria uma disputa. Fui para Nova Venécia e na estrada, fiquei sabendo que eu seria candidato. Como devo muita coisa ao governador, coloquei meu nome à disposição e acabei sendo eleito para esse cargo e tenho que dar o retorno aos 14 municípios filiados. Não é uma tarefa fácil, mas não há nada que me impeça de mostrar um trabalho bom para nossa região, que é uma área de saúde. Nessa nova empreitada, temos outras ideias para implantar”.

Câmara de Vereadores
“Prevejo uma relação bem tranquila. É uma nova Câmara e as pessoas entenderam a maneira de administrar. Eles são sabedores porque o Arnóbio é o pior prefeito para vereador. Tentei me corrigir em alguns aspectos, mas essa é a realidade, porque se não for na base do coletivo comigo, não tem jeito. Já tenho conversado com alguns e eles entenderam que o projeto deu certo e as urnas mostraram isso para muitos, com alguns não conseguindo se reeleger, vendo que a população acreditou na mudança, ela vem acontecendo e foi aprovada. Além disso, não poderei mais ser candidato, ficando mais fácil para trabalhar com organizações e grupos políticos do município. Acredito que não teremos dificuldade com a Câmara e aqui, além dela, temos a promotoria que fiscaliza, mas eu acho pouco. Estou criando um Conselho de Gestão para que as pessoas possam acompanhar todos os passos da administração”.

Fonte: Jhon Martins / redenoticiaes

Leia mais

Leia também