Norte do ES: catadora encontra R$ 500 no lixo e devolve aos donos

Gesto ganhou repercussão na cidade de Mucurici, no Espírito Santo. Quantia encontrada pela catadora representa quase um terço do salário dela.

Aparecida e Fernanda no momento em que o dinheiro foi devolvido, no ES — Foto: Arquivo Pessoal

Por Naiara Arpini, G1 ES

Em meio à dificuldade financeira vivida por milhares de pessoas em decorrência da pandemia, a atitude de uma catadora de recicláveis ganhou repercussão no pequeno município de Mucurici, no Espírito Santo. Depois de encontrar R$ 500 em uma lata de leite, ela devolveu o dinheiro ao dono e conquistou a admiração da cidade.

O dinheiro foi encontrado pela catadora Fernanda Vieira Sena, de 29 anos, na terça-feira (23), enquanto ela fazia a triagem na Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Mucurici.

Ao abrir uma lata de leite para separar o plástico do alumínio, Fernanda se deparou com as cinco notas de R$ 100. A quantia representa quase um terço do salário da catadora, mas ela garante que em nenhum momento pensou em ficar com o dinheiro.

“Na hora, a gente achou que era falso. Ainda brincamos falando que, se o dono não aparecesse, a gente ia fazer um lanche, um café da manhã. Eu nem trouxe o dinheiro para casa, deixei lá no serviço”, contou.

Do outro lado, a responsável pelo dinheiro ter ido parar no lixo começava uma busca com a ajuda da família. Aparecida Pereira, que é empregada doméstica, não sabia que na lata de leite jogada fora estava um dinheiro guardado pelos patrões.

Assim que descobriu o engano, pensou em alternativas para reparar o erro, que envolviam pegar dinheiro emprestado ou pedir que o valor fosse descontado do salário.

Mas, com a ajuda do padrasto, Aparecida encontrou as notas. Foi ele quem teve a ideia de recorrer à Associação de Catadores da cidade na esperança de que alguém devolvesse o valor.

“Um senhor me procurou falando que tinha perdido um dinheiro. Era um senhor muito humilde, tinha perdido numa vasilha. Pela descrição, não tinha como ele estar inventando”, contou a presidente da associação, Mirani dos Santos Pereira.

Depois de descobrir o paradeiro das notas, o padrasto de Aparecida indicou para Fernanda e Mirani o endereço da enteada. As catadoras foram até o local e, com o dinheiro em mãos, tranquilizaram a doméstica. “Ela começou a tremer, ela não acreditava”, contou Fernanda.

Apesar de a atitude ter repercutido entre os moradores, a presidente da associação conta que não se surpreendeu com a honestidade da associada.

“Falei com a Cida: ‘O seu dinheiro caiu na mão da pessoa certa’. Fernanda é uma pessoa iluminada. O gesto dela foi muito nobre”, disse Mirani.

Leia mais

Governo dá início à Operação Verde Brasil 2

Objetivo é combater crimes ambientais e focos de incêndio na Amazônia Legal – Foto: ...

Videoconferência: Seag e Incaper realizam capacitação sobre a cultura do abacaxi

Com o objetivo de ampliar a quantidade e a qualidade de frutas produzidas no território capixaba,...

Jovem é morto durante operação policial em Vitória

Morte aconteceu na madrugada desse domingo (21) e o caso é investigado. Um jovem de 18 ano morreu após ser baleado durante uma operação da...

Leia também

Casagrande sinaliza para a possibilidade de retomada do futebol no mês setembro

Séries A e B do Estadual estão suspensas desde o início da pandemia no Espírito Santo Por Sidney Magno Novo — Vitória, ES   O futebol no Espírito...

CRM-ES defende tratamento precoce da Covid-19 e Casagrande diz que governo está aberto ao debate

Presidente do CRM, Celso Murad, defende que o tratamento com cloroquina e ivermectina pode diminuir a velocidade de replicação do vírus e o agravamento...

Operação Verde Brasil 2 é prorrogada até novembro

Em quase um mês de atuação da Verde Brasil 2, foi realizada inspeção em mais de 1,9 embarcações, sendo que 105 foram apreendidas. Foto:...

Caixa aumenta limite de empréstimos para o Pronampe

A linha de crédito foi criada pelo Governo Federal para atender aos pequenos negócios no Brasil que enfrentam dificuldades por conta da pandemia Responsável pelo...