No Dia Mundial do Meio Ambiente, engenheiro fala sobre importância do licenciamento

» O engenheiro da 1001 Saúde Ambiental, Israel Júnior

Nesta sexta-feira (05), foi celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na resolução (XXVII) de 15 de dezembro de 1972, com a qual foi aberta a Conferência de Estocolmo, na Suécia, cujo tema central foi o Ambiente Humano.

Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente.

Em Nova Venécia, um dos municípios pioneiros a receber do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA), o direito de emitir licenciamento ambiental, realizando a atribuição de atividades potencialmente poluidoras para impacto local desde 2014, uma empresa tem se destacado: a 1001 Saúde Ambiental.

O licenciamento ambiental é um procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licenciar um empreendimento e atividades utilizadoras de recursos naturais, consideradas potencialmente poluidoras.

Com a crescente demanda no mercado, a 1001 Saúde Ambiental realiza o licenciamento de diversas atividades, incluindo: indústria de beneficiamento de rochas ornamentais; oficinas mecânicas, com ou sem pintura automotiva; laboratórios; indústria de madeiras; indústrias metalúrgicas; postos de combustíveis; indústrias gráficas; e indústrias de pré-moldados; entre outras atividades passíveis do licenciamento ambiental.

“Procuramos viabilizar as atividades potencialmente poluidoras através de medidas de controle e forma de mitigação dos impactos, visando sempre o custo benefício da empresa. Além disso, realizamos vistoria técnica com frequência em nossos clientes, de forma que possamos garantir que o empreendimento esteja alinhado com a legislação ambiental em todas as esferas, e minimize a chance de sanção administrativa prevista em lei”, disse o engenheiro ambiental da empresa, Israel Júnior.

Segundo o consultor ambiental, zelar pelo cumprimento das políticas ambientais e garantir que a marca ou empresa não serão prejudiciais ao meio ambiente são as principais missões da empresa. “Assim, a organização poderá trabalhar harmonicamente com a natureza à sua volta, garantindo a qualidade de seu trabalho e preservação ambiental”.

Ele ainda falou sobre a importância da consultoria ambiental. “É extremamente importante, pois além de fiscalizar e garantir o cumprimento de normas e leis, também preserva a empresa de arcar, posteriormente, com multas graças ao descumprimento de suas indicações e obrigações. Leva-se em consideração que as multas ambientais são onerosas para as empresas, podendo levá-las a enormes crises financeiras ou até mesmo a decretar falência”, finalizou Israel Júnior.

Leia mais

Leia também