No Dia da Vitória, Putin destaca heroísmo do povo russo


No início do desfile militar, neste domingo (9), na Praça Vermelha de Moscou, o presidente Vladimir Putin parabenizou o país pelo Dia da Vitória, que descreveu como colossal e de grande significado histórico para destinos de todo o mundo.  

‘É uma festa sagrada para a Rússia e para o mundo inteiro; é uma festa que é nossa por direito de parentesco com aqueles que subjugaram o nazismo; é nossa por sermos herdeiros da geração dos vencedores, que veneramos e dos quais estamos orgulhosos ‘, disse ele. 

Putin expressou seu respeito pelos veteranos e agradeceu-lhes pelo exemplo de lealdade ao país, “e por mostrar que só juntos é que se consegue algo que parecia impossível: derrotar um inimigo implacável, proteger suas casas, seus filhos, sua pátria e a sua nação”, informa a Prensa Latina. 

Ao som do hino nacional, a bandeira russa desfilou neste domingo, acompanhada por militares, naquele que foi o início do tradicional desfile do Dia da Vitória. 

A cerimônia do 76º aniversário do triunfo sobre a Alemanha nazista continuou com a passagem das tropas terrestres pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu. 

Mais de 12 mil militares e cerca de 200 veículos e outras unidades de equipamentos militares participaram do desfile militar, além de 76 helicópteros e aviões. 

A data é o momento de lembrar o triunfo da União Soviética e das tropas dos países aliados sobre a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial (1939-1945). 

Além da Rússia, a maioria dos países que foram repúblicas soviéticas, também protagonistas e vítimas do confronto com o fascismo, comemoram o Dia da Vitória. 

Algumas cidades russas tiveram um papel mais proeminente na luta contra a agressão nazista: atualmente 27 detêm o título de Cidade Herói e 30 de Glória Militar, e desfiles militares também são organizados lá.

Vladimir Putin

Vladimir Putin

Leia mais

Leia também