Neto Pimenta é o primeiro nome para presidir a volta do Santos

Enquanto o “Maestro” Eloi aguarda autorização para vir dirigir o time, Neto mobiliza a juventude para apoiar o retorno do Santos ao futebol

Neto quer a juventude de Barra de São Francisco apoiando a volta do Santos

O desportista Levindo Pimenta Neto, mais conhecido como Neto Pimenta, 35 anos, é o primeiro candidato a presidente executivo do Santos, no retorno do Terror do Norte ao futebol. A eleição será realizada no próximo dia 22, quando o presidente de honra do clube, Enivaldo dos Anjos, convocou uma reunião dos desportistas da cidade para as 18 horas, no auditório do antigo colégio Santa Terezinha, para apresentação e eleição da chapa que dirigirá o clube.

“O Neto já se apresentou, mas é muito importante que as pessoas que gostam de futebol e querem ver o Santos forte para representar o norte também compareçam e apresentem alternativas. Precisamos formar uma diretoria forte para fazer do Santos a força que sempre foi”, disse Enivaldo.

Neto chamou a atenção de Enivaldo por seu desprendimento e comprometimento com a mobilização dos jovens de Barra de São Francisco no apoio ao Real Noroeste, de Águia Branca, no Campeonato Capixaba. Agora, Neto se colocou à disposição de Enivaldo, que o recebeu de braços abertos. Está atuando, também, como superintendnete da Secretaria de Serviços e Limpeza Pública.

“Quero convocar aquela galera que se reunia em torno da Raça Merengue, quando apoiávamos o Real Noroeste, para unirmos força, agora, em torno do Santos, que sempre foi levado pela guarda. Agora, chegou a hora de a juventude francisquense mostrar seu valor e sua vibração, levantando o clube para reviver seus melhores dias”, disse Neto Pimenta.

Enquanto isso, no Rio de Janeiro, o técnico Francisco das Chagas Eloia, o Eloi, ex-craque de grandes times brasileiros, como Vasco, Botafogo, Fluminense, América-RJ e Santos, e do futebol internacional, como na Itália e em Portugal, aguarda a ordem para viajar e iniciar os trabalhos no estádio Joaquim Alves de Souza.

“Estou entusiasmado e acho que vou gostar muito desse desafio”, disse Eloi, que não se lembrava de que, em 1985, jogou pelo Botafogo num amistoso em que o time carioca venceu o Santos por 2 a 1 no Estádio Joaquim Alves de Souza. No mesmo ano, o Santos recebeu o Vasco, quando o Romário estava começando o time profissional.

Chamado de “Maestro” pela crônica esportiva da época, Eloi jogou futebol até os 39 anos, no futebol cearense, sempre mantendo vida de atleta, como hoje ainda, às vésperas de completar 66 anos neste dia 17 de fevereiro. Dois de seus filhos, Cleber, cabeça de área, e Chiquinho, meia canhoto, também jogaram no Ceará e no futebol chinês.

O Santos vai voltar, inicialmente, segundo o presidente de honra, Enivaldo dos Anjos, para disputar a Copa Norte, competição amadora que mobiliza o futebol regional. Mas a intenção é criar um trabalho de base e preparar a equipe para disputar o Campeonato Capixaba Profissional da Série B em 2021 e se classificar para a Primeira Divisão em 2022.

Leia mais

Leia também