Navio russo disparou tiros de alerta contra o contratorpedeiro da Marinha Real, diz Moscou


247  – O Ministério da Defesa da Rússia informou que um de seus navios militares  disparou tiros de advertência contra um navio da Marinha Real Britânica no Mar Negro e um jato russo lançou bombas em seu caminho, perto de Cape Fiolent, um marco na consta da Criméria. Segundo o ministério, a ação foi necessária, pois o  navio da Marinha Real Britânica estava em águas russas.

“O destróier foi avisado de que armas seriam usadas se ele ultrapassasse a fronteira da Federação Russa. Ele não reagiu ao aviso ”, disse, acrescentando que um bombardeiro russo Su-24 havia lançado quatro bombas de fragmentação de alto explosivo como um aviso.

De acordo com reportagem do The Guardian, o ministério disse que o HMS Defender deixou as águas russas logo depois, tendo se afastado por 3 km. Ainda segundo a reportagem, o Ministério da Defesa britânico não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Incidentes envolvendo aeronaves ou navios não são incomuns nas fronteiras da Rússia, especialmente durante o aumento das tensões com o oeste, mas raramente resultam em fogo aberto.

A Marinha Real disse no início de junho que o HMS Defender havia “se separado” de seu grupo de ataque conduzindo operações da Otan no Mediterrâneo para realizar “seu próprio conjunto de missões” no Mar Negro.


Leia mais

Leia também