“Não me surpreende”, diz deputado Beto Pereira após resultado positivo de Três Lagoas em ranking das melhores cidades para se investir

Em entrevista ao portal Brasil61.com, nesta quarta-feira (24), o deputado federal Beto Pereira (PSDB/MS) afirmou que não está surpreso com o fato de Três Lagoas ser eleito o município de Mato Grosso do Sul a figurar entre os melhores do País para se investir no setor industrial. O resultado está presente no ranking das “Melhores Cidades para Fazer Negócios 2.0”, publicado em dezembro pela Urban Systems. 
 
O congressista citou o que, para ele, são os diferenciais da cidade, que fica a 330 km da capital do estado, Campo Grande. “O resultado se deve a uma política de incentivos fiscais arrojada do estado, uma condição de logística muito interessante que a cidade proporciona para os seus investidores e, também, uma posição geográfica muito interessante, além de mão de obra qualificada”, destaca. 

Arte: Brasil 61

Capital da indústria

O estudo analisou dados e indicadores de 325 municípios brasileiros – todos com população superior a 100 mil habitantes. Além de ser a primeira colocada a nível estadual, Três Lagoas é a 25ª mais bem colocada no ranking nacional.  
 
O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS), Sérgio Longen, comemorou o resultado e afirmou que a entidade vai continuar contribuindo para melhoria da indústria sul-mato-grossense. 
 
“[Três Lagoas] é a nossa capital da indústria do Mato Grosso do Sul. Estamos preparados para atender essas empresas e, com certeza, Três Lagoas, vai continuar crescendo e gerando empregos. Vamos continuar dando suporte para aquelas empresas, investindo naquela região”, disse. 
 
De acordo com o estudo, cerca de um a cada quatro empregos da cidade estão no setor industrial. Além disso, entre 2018 e 2019, o crescimento da remuneração dos trabalhadores do setor foi de 2,71%. 

Três Lagoas é a melhor cidade para se fazer negócios na indústria no estado de Mato Grosso do Sul, aponta estudo

Metodologia

O estudo das 100 Melhores Cidades para Fazer Negócios é publicado pela Urban Systems anualmente, desde 2014. Até 2019, a metodologia para elaboração do ranking teve poucas alterações. A pesquisa apresentava uma lista única das melhores cidades para se investir, considerando quatro eixos: desenvolvimento econômico e social, capital humano e infraestrutura.
 
No entanto, com o impacto do novo coronavírus e a intenção de manter o estudo atual e renovado, a publicação de 2020 está de cara nova e aposta em um olhar mais segmentado das melhores cidades para negócios, levando em conta os resultados para seis setores da economia: indústria, comércio, serviços, educação, mercado imobiliário e agropecuária.
 
Diretor de marketing da Urban Systems e responsável pelo estudo, Willian Rigon, diz que os dados vão ajudar os investidores, empresários e a iniciativa privada, em geral, na tomada de decisões sobre quais especialidades de cada município podem ser melhor exploradas. “O estudo é importante nesse momento de pandemia, em que é necessário que se mantenham os investimentos, mas [aportes] assertivos, que possam ter sustentabilidade econômica. O objetivo dele no período pré, durante e pós-pandemia é direcionar em relação aos novos negócios, empresas e empreendedores”, afirma.

Prefeitura de Três Lagoas

Leia mais

Leia também