“Não haverá festa de fim de ano em praias”, afirma subsecretário de saúde do ES

Luiz Carlos Reblin alertou ainda que as pessoas fiquem atentas sobre a venda de ingressos para shows e grandes eventos públicos, pois eles estão proibidos

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (30) que o final deste ano será atípico sem a realização de festas de réveillon nas praias capixabas, por conta da pandemia da covid-19.

“Nós já temos uma portaria, temos instrumento jurídico, recomendando a não realização de atividades de passagem de ano em praias, com fogos de artifício, com aglomeração e instalação de tendas. Não haverá festa de fim de ano em praias. Não haverá eventos. Não são permitidos shows em praça pública, shows em boates e em ambientes fechados”, afirmou Reblin.

O subsecretário alertou ainda que as pessoas fiquem atentas sobre a venda de ingressos para shows e grandes eventos, pois eles estão proibidos.

“A realização de shows, eventos públicos, boates não estão permitidas.  Adquirir o ingresso prévio para uma atividade como essa não é adequado. Se alguém te oferecer, ou você verificar na rede social, para a compra de ingresso antecipada para esse tipo de evento, saiba que esta atividade não está permitida”, alertou o subsecretário.

“Se nós seguirmos essas regras, a gente vai contribuir para que a gente tenha um número menor de casos, menos internações, menos casos graves e menos óbitos”, completou Reblin.

Leia mais

Leia também