Na linha de frente do combate ao coronavírus, enfermeira do Espírito Santo vê filho uma vez por mês

Desde que a pandemia teve início, Aline só conseguiu ver o filho Benjamin duas vezes.

Reportagem: TV Gazeta

Quando escolheu ser enfermeira, Aline Rubim Freitas sabia que o dever de cuidar de pacientes no momento em que eles mais precisam não seria fácil. Mas a pandemia do novo coronavírus, para ela, tem sido não só um desafio profissional, mas também pessoal. Atuando na linha de frente contra a doença, ela tem visto o filho Benjamin, de um ano, apenas uma vez por mês.

Aline trabalha no Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra, que é referência no tratamento de pacientes graves da Covid-19 no Espírito Santo. Desde que a pandemia teve início, ela só pôde se encontrar com o filho duas vezes.

A enfermeira mora em Jacaraípe, também na Serra. Mas Benjamin está sendo cuidado pela avó e pelas tias, que moram em Santo Antônio, em Vitória.

Aline explica que a mãe, de 60 anos, e a avó, que tem 92, vivem na mesma casa. Como ambas fazem parte do grupo de risco para a Covid-19, o afastamento foi necessário.

“Pela segurança delas e pela segurança do meu filho eu abdiquei de ficar com eles”, pontua.

A distância impediu que ela presenciasse momentos importantes como, por exemplo, os primeiros passos da criança.

“Eu chorei por 40 minutos no trabalho. Quem é mãe sabe que a gente projeta tudo quando um filho nasce: acompanhar quando ele vai andar, quando ele vai começar a falar. Ele já começou a balbuciar algumas palavras, mas eu só vi por vídeo”, conta.

Para ver o filho, Aline precisa fazer o teste do coronavírus primeiro. No entanto, o valor é alto, e, por isso, as visitas acabam ficando restritas.

“O exame ainda é muito caro, custa quase R$ 300. Não há como fazer em um tempo menor”, lamenta a mãe.

Aline tem aproveitado os raros momentos com filho Benjamin para matar a saudade

Diante da separação, a mãe e enfermeira não tem dúvidas ao definir seu maior desafio em 2020.

“É doloroso. Ficar longe dele, sem sombra de dúvidas, tem sido o mais difícil nessa quarentena. Trabalhar, estar na linha de frente, nada disso me assusta”, diz.

A artesã Denilza Peixoto, mãe de Aline, acompanha a luta da filha. Ela conta que, ao chegar do plantão, Aline liga todas as manhãs para ter notícias de Benjamin. Um amor que supera o cansaço evidente em seu rosto.

“Você nota visivelmente o cansaço e o sofrimento dela no olhar. Eu vejo as marcas da máscara no rosto dela. A dedicação que ela tem é apaixonante”.

Mas as incertezas trazidas pela doença também preocupam a enfermeira. “E se eu me contaminar? E se eu cair em um leito de hospital sem poder ver ninguém? E se eu morrer e deixar meu filho?”, questiona ela.

Diante do próprio sacrifício que tem feito, Aline apela para que a sociedade mantenha o isolamento social e evite o avanço da doença.

“Eu me privo de estar com quem eu amo para estar no hospital cuidando de todo mundo. Acho que o mínimo que as pessoas poderiam fazer é ficar em casa”, pede ela.

 

Leia mais

INSS amplia serviços remotos durante pandemia

Segurado pode acessar serviços ou fazer consultas pela internet, aplicativo e telefone. – Foto: Mariana Alejarra/PR Com a pandemia do novo coronavírus, o Instituto Nacional do Seguro...

Bandidos furtam 10 sacas de café em armazém no interior de Vila Pavão

Imagem ilustrativa Dez sacas de café foram furtadas de...

Hospital universitário desenvolve equipamentos de proteção para pacientes e profissionais

A equipe que desenvolve a pesquisa é composta por cirurgiões, otorrinolaringologistas e equipes de enfermagem ...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Norte do país tem tempo com chuva, nesta sexta-feira (14)

A região Norte do país tem previsão de tempo com chuva, nesta sexta-feira (14), no oeste de Rondônia, norte do Pará e do Amazonas,...

Leia também

Mais de 12 mil candidatos pretendem concorrer às eleições no Espírito Santo

Foi dada a largada, neste domingo (27), para o início das campanhas eleitorais em todo o país. No Espírito Santo, até o momento, 12.186...

Espírito Santo registra mais 12 mortes e 470 novos casos de Covid-19 em 24 horas

O Espírito Santo registrou, até este domingo (27), 3.504 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 129.192. O índice de letalidade...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo nublado e baixa umidade do ar, nesta segunda-feira (28)

A região Centro-Oeste do país começa a semana apresentando condições para pancadas de chuva na faixa oeste entre Mato Grosso e Mato Grosso do...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Nordeste brasileiro registra chuva no leste da região, nesta segunda (28)

A previsão do tempo para o Nordeste brasileiro nesta segunda-feira (28) não apresenta grandes mudanças em relação aos últimos dias. A chuva se restringe...