Município investe quase R$ 1 milhão na aquisição de oito ambulâncias

Com investimento de mais de R$ 800 mil, a Prefeitura de Barra de São Francisco comemorou, no início da noite desta quarta-feira (8), a chegada de seis das oito ambulâncias adquiridas com recursos próprios e destinadas para o atendimento de saúde nos oito distritos do município. São ambulâncias tipo Fiorino, que foram lançadas em dezembro do ano passado ao preço de R$ 99,750 mil cada uma.

Com isso, o prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) quer restabelecer uma de suas ideias mais bem -sucedidas na primeira gestão, de 1989 a 1992, que foi a Central de Ambulâncias. “Queremos que a população de todo o município tenha direito a remoção, em caso de necessidade, para receber atendimento de saúde mais sofisticado do que o que é prestado nas unidades básicas de saúde”, disse Enivaldo.

As ambulâncias são adaptadas para remoção simples de pacientes e vão funcionar como suporte às unidades dos distritos. O município ganhou, recentemente, uma unidade do Samu, o que permitirá maior cobertura para socorro à população. A chegada dos veículos coincide com a insatisfação demonstrada pelo prefeito que horas antes envio, por aplicativo de mensagens, uma consulta à população sobre os altos gastos do município com o transporte de doentes, individualmente, para outras cidades.

As ambulâncias serão distribuídas entre os distritos de Monte Sinai, Monte Senir, Cachoeirinha de Itaúnas, Vargem Alegre, Poranga, Paulista, Santo Antônio e Vila Itaperuna. Para o prefeito Enivaldo dos Anjos, é de suma importância à aquisição dos veículos.

“Quanto mais à gente atender as necessidades do município, melhor será a promoção de qualidade de vida. E quanto mais oferecermos qualidade nos serviços prestados, também teremos melhor satisfação da população”, ressaltou.

Elcimar de Souza Alves, Secretário de Saúde, enfatizou que esta aquisição é fruto de um trabalho bem feito pela administração. “É nosso dever prestar os meios necessários para que os francisquenses possuam atendimento de saúde de qualidade. Estamos enfrentando uma crise sanitária mundial e isso, mostra a importância de estarmos equipados e conseguir cuidar de todos os cidadãos com responsabilidade e compromisso“, concluiu.