MPF-ES pede a proibição da venda de airsofts e armas de pressão

Compartilhe

 

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) ajuizou uma ação civil pública contra a União, pedindo a proibição da venda de airsofts (modelos de arma usado em uma modalidade esportiva de simulação militar) ou armas de pressão que se assemelhem com armas de fogo.

O órgão fez o pedido de tutela de urgência, pedindo que seja declarada a ilegalidade dos dispositivos infralegais que permitam a fabricação, comercialização, venda e importação dos objetos.

Segundo a ação do MPF, esses instrumentos são usados frenquentemente em práticas delitivas, sobretudo o roubo.

Além disso, o órgão afirma que há significativa quantidade de representações que chegam à Procuradoria da República no Espírito Santo sobre importação (contrabando ou descaminho) de airsofts no Estado, a maioria delas realizadas pela via postal.

As réplicas e demais brinquedos de pressão podem ser facilmente confundidos com armas de fogo, enquadrando-se como perfeitos simulacros, segundo o MPF-ES.

“Ninguém questiona o poder intimidatório de uma airsoft e o temor que o objeto provoca sobre vítimas. A mera visualização do simulacro em situações de tensão confunde e gera temor mesmo aos conhecedores de armas ou profissionais de segurança. Não é possível distinguir, no momento da prática do crime, tais instrumentos de uma arma real”, destaca a ação do MPF.

As armas de pressão são facilmente encontradas, atualmente, em anúncios da internet e em lojas físicas e vendidas sem maiores controles. Via de regra, os próprios anúncios publicitários exaltam a perfeita identificação dos simulacros com um modelo conhecido de arma de fogo

Segundo o Ministério Público Federal no Espírito Santo, a regulamentação infralegal, em especial o artigo 2º, §1º, do Decreto 9.847/2019 e a Portaria 02 – Colog, de 2010, do Ministério da Defesa, contrariam expressamente o artigo 26 da Lei 10.826/2003, o Estatuto do Desarmamento, que veda “a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas ou simulacros de armas de fogo, que com essas possam confundir”.

Pedidos 

A ação do MPF, assinada pela procuradora da República Elisandra de Oliveira Olímpio, pede em tutela antecipada a suspensão da aplicação dos dispositivos infralegais que, atualmente, permitem a fabricação e venda de airsofts e que a União fique obrigada a fiscalizar efetivamente a fabricação, comercialização, venda e importação de airsofts ou armas de pressão em contrariedade com artigo 26 do Estatuto do Desarmamento.

Ao final, o MPF pede que sejam julgados procedentes os pedidos para declarar a ilegalidade dos dispositivos infralegais que permitam a fabricação, comercialização, venda e importação de airsofts ou armas de pressão que se assemelhem com armas de fogo, em especial o artigo 2º, §1º, do Decreto 9.847/2019, bem como a Portaria 02 – Colog, de 2010, do Ministério da Defesa.

E ainda, que seja imposta à União a obrigação de fiscalizar efetivamente a fabricação, comercialização, venda e importação de airsofts ou armas de pressão, com objetivo de impedir ou inibir essas práticas, sob pena de aplicação de multa que será definida pelo órgão julgador.

Leia também

Representante da Opas no Brasil defende autonomia na produção de insumos e equipamentos estratégicos em saúde

A representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) no Brasil, Socorro Gross, defendeu que o Brasil e os...

23ª Pomitafro começa nesta sexta-feira (19)

      Começa nesta sexta-feira (19), a 23ª Pomitafro. Depois de três anos...

Petrobras reduz 4,8% no preço da gasolina para distribuidoras

Começou a valer nesta terça-feira (16) a redução anunciada pela Petrobras de 4,8% no preço da gasolina para...

Prefeitura inicia mutirão de limpeza em Cachoeirinha de Itaúnas

Servidores da secretaria de Serviços e Limpeza da prefeitura de Barra de São Francisco, iniciaram nesta segunda-feira (15),...

Vegetais frescos e embalados não precisam mais informar prazo de validade

Os produtores não precisam mais informar o prazo de validade dos vegetais frescos e embalados. A medida foi...

Final do Perna de Pau promete ginásio lotado nesta quinta-feira (18)

Por Marcelo Gregório Nesta quinta feira (18), estará acontecendo a grande final do campeonato Perna de Pau 2022, às...

Homem é morto com tiros na cabeça em Ecoporanga

Na noite de domingo, 14/08, por volta das 19:30h, mais um homicídio foi registrado pela Polícia de Ecoporanga....

Setor de serviços cresce 0,7% em junho, diz IBGE

O setor de serviços cresceu 0,7% entre maio e junho. É a segunda alta seguida do setor, que...