MPF cobra ação contra abuso religioso na eleição do Conselho Tutelar

Compartilhe

© Fernando Frazão/Agência Brasil
© Fernando Frazão/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) informou ter solicitado ao presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) que informe, em até 24 horas, quais medidas foram adotadas para prevenção de abuso do poder religioso e garantia de lisura nas eleições para conselheiros tutelares, que ocorrerão neste domingo (1º) em todo o país. Eleitores de todos os municípios brasileiros podem ir às urnas, neste domingo, dia 1º de outubro, para escolher seus representantes nos 6,1 mil conselhos tutelares. Ao todo, segundo o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), serão escolhidos 30,5 mil conselheiros entre os candidatos para os postos.

A solicitação foi feita após a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão no Rio de Janeiro ter recebido uma representação do Movimento Nacional de Direitos Humanos, por meio da Associação de Ex-Conselheiros e Conselheiros da Infância, que alerta para risco de interferência de abuso de poder religioso no pleito.

>> Veja especial sobre eleição dos conselhos tutelares

“A representação trouxe informações veiculadas em matérias jornalísticas recentes afirmando que grandes entidades religiosas estão influenciando seus seguidores a participarem das eleições e votarem em determinados candidatos, que supostamente propagariam os seus ideais religiosos em sua atuação como conselheiro tutelar. Segundo a representação, para além do estímulo do ato de cidadania, o objetivo seria o exercício de influência sobre os fiéis para elegerem candidatos religiosos, a fim de direcionar esferas institucionais do próprio Estado para que adotem um conceito tradicional e excludente de família”, diz o MPF.

O MPF destaca que o Conselho Tutelar trata-se de órgão permanente e autônomo encarregado de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente. Desta forma, os conselheiros tutelares devem atuar para proteção integral desse público, como prevê o Estatuto da Criança e dos Adolescente, independentemente das crenças pessoais e religiosas.

Leia também

Falta de investimento em seguro rural compromete desempenho do agronegócio

Uma análise divulgada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) mostra que a evolução do agronegócio...

Festa de 15 anos: 7 ideias encantadoras de decoração em tons claros

As festas de 15 anos têm evoluído ao longo dos anos, acompanhando as mudanças de tendências e estilos....

Barra de São Francisco realiza mutirão de consultas e exames

Aconteceu nesta quarta-feira (06) um mutirão de consultas e exames para desafogar a demanda em Barra de São...

Mais de 60 títulos de regularização fundiária são entregues no bairro Aeroporto II

    A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas) e do Setor de Habitação,...

Hora do Empreendedor: prefeitura promove a última palestra de 2023

Nesta quarta-feira (06), às 19h acontece a última palestra do ano de 2023 do 'Hora do Empreendedor, no...

Detran-DF registra 117 autuações por transporte indevido de passageiros

No Distrito Federal, até outubro, as autoridades de trânsito registraram 117 autuações de motoristas por transporte indevido de...

Carreta que transportava alimentos pega fogo na BR-262, no Espírito Santo

    Carreta pega fogo na BR-262 em Ibatiba — Foto: Divulgação Rede Sociais Uma carreta que transportava alimentos pegou fogo...