MP denuncia motorista que causou acidente com morte na BR-101

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Criminal de Linhares, denunciou um homem de 25 anos que causou um acidente com morte na BR-101, em Linhares, no último dia das mães (09 de maio).

Silvane Maria Faquim Bellucio Simon morreu no local. O marido e as duas filhas do casal que estavam no carro ficaram feridos gravemente.

Segundo o MP, o motorista denunciado estava dirigindo sem carteira e alcoolizado.

O MP quer que o denunciado seja submetido a julgamento perante o Tribunal Popular do Júri e condenado por crimes diversos, como homicídio qualificado por motivo torpe e que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima, entre outros.

O MP quer ainda que seja mantida a prisão preventiva do homem. Também pede mais de R$ 2 milhões de indenização para a família.

Para o MPES, o condutor que causou a colisão agiu com vontade livre e consciente, assumindo o risco de causar morte, ao dirigir sem habilitação e com a capacidade psicomotora alterada por ter ingerido bebida alcoólica. Além disso o motorista estaria com a velocidade incompatível para circulação na via.

Com a batida, o carro atingido perdeu o controle, foi lançado fora da via e capotou, conforme comprovado em imagens de câmeras de segurança do local e demais diligências realizadas pelo Ministério Público, com auxílio da Assessoria Militar da instituição.

O MP narra na denúncia que, apesar da gravidade dos fatos, o denunciado não prestou socorro às vítimas e retornou para a festa onde estava antes da colisão, onde foi preso, após diligências empreendidas por policiais rodoviários federais.

Informações: Folha Vitória


Leia mais

Leia também