Movimento para levar vacinas contra Covid-19 para todos os brasileiros ganha apoiadores no Espírito Santo

O movimento que pretende imunizar todos os brasileiros contra a Covid-19 até setembro deste, em uma ação conjunta de empresários e entidades para apoiar o Sistema Único de Saúde (SUS), ganhou apoiadores no Espírito Santo.

A iniciativa “Unidos pela Vacina” foi idealizada pela empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza. No Espírito Santo, a Rede Gazeta e o Movimento ES em Ação são apoiadores do projeto.

A ideia foi lançada por Luiza nas redes sociais no início de fevereiro. A empresária explicou que o objetivo da ação é garantir que as vacinas cheguem a todo país. “A cada minuto desperdiçado, centenas de vidas são perdidas nessa batalha”, escreveu.

No estado, o “Unidos pela Vacina” pretende, de início, mobilizar prefeitos e secretários municipais de saúde para traçar um diagnóstico de quais são as dificuldades e necessidades para que o ritmo da imunização seja mais rápido.

“Acredito que após esse diagnóstico poderemos entender se existem deficiências a serem cobertos. O movimento “Unidos pela Vacina” está realizando uma escuta prévia e, por enquanto, o papel do “ES em Ação” é garantir que os municípios respondam à pesquisa”, explicou Fábio Brasileiro, presidente do Movimento ES em Ação.

Para o governador Renato Casagrande (PSB), a união de empresários capixabas pode ajudar na celeridade da imunização.

“Acho muito bom esse movimento. O Brasil está com dificuldade de conseguir e fabricar mais vacinas em quantidade. Esse tipo de ação faz a gente encurtar o cronograma de vacinação. O trabalho vai ser realizado em conjunto com o SUS e isso pode nos ajudar a salvar vidas”, afirmou o governador.

De acordo com a empresária Luiza Helena Trajano, a ação não vai promover compra de vacinas nem visa criar um plano privado de imunização. A ideia, segundo ela, é auxiliar a logística, distribuição e aplicação de vacinação pela rede pública em todos os estados brasileiros.

Paraná vai receber 2,4 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 até março — Foto: Gilson Abreu/AEN

Paraná vai receber 2,4 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 até março — Foto: Gilson Abreu/AEN

Leia mais

Leia também