Movimentação em portos públicos cresce 6,6% no primeiro semestre de 2020

Movimentação em portos públicos cresce 6,6% no primeiro semestre de 2020

Levantamento do Ministério da Infraestrutura com oito autoridades portuárias. Foto: Claudio Neves/ Portos do Paraná

A movimentação de cargas dos portos públicos brasileiros cresceu 6,6% no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são referentes aos meses de janeiro a junho e fazem parte de um levantamento do Ministério da Infraestrutura com oito autoridades portuárias que concentram cerca de 80% dos contratos de arrendamentos nos portos nacionais. Durante o período, foram transportadas 168,8 milhões de toneladas ante à movimentação de 158,4 milhões de toneladas, em 2019.

Mesmo com a crise sanitária, cinco autoridades portuárias tiveram acréscimo na movimentação no primeiro semestre. São elas: Companhia Docas do Pará (26,5%), Porto de Suape (16,7%), Portos do Paraná (12,6%), Santos Port Authority (12%) e Emap (5,1%). Dentre os maiores incrementos de movimentação nesse período, destacam-se o aumento de 28,5% na movimentação de granel sólido nos portos administrados pela Companhia Docas do Pará; de 22,1% na movimentação de granel líquido no Porto de Suape (PE); e de 9,4% de carga geral no Porto de Paranaguá (PR). 

“Os números comprovam que, mesmo com a pandemia, o setor portuário continua funcionando bem e cumprindo o papel de escoar seus produtos para outros países, colaborando, assim, com a balança comercial brasileira. É importante observar que o cenário geral ainda é de crescimento e resiliência”, ressalta o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. 

Entre as medidas adotadas para garantir o funcionamento dos portos de forma segura durante a pandemia, está a MP 945. A medida provisória altera a forma de escalação dos trabalhadores avulsos de forma presencial para meios eletrônicos, além de garantir que os órgãos gestores de mão de obra (OGMOs) não poderão escalar trabalhadores com sintomas de Covid-19. Tais profissionais passaram a ter garantia de indenização compensatória de 50% da média mensal recebida entre 1º de outubro de 2019 e 31 de março de 2020.

Setor portuário

De acordo com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), até maio de 2020, o setor portuário, em geral, movimentou 436 milhões de toneladas, alta de 3,98% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados incluem portos públicos e terminais de uso privado (TUPs). A movimentação de graneis líquidos e gasosos impactou os números, registrando alta de 16,5% no período.

Com informações do Ministério da Infraestrutura.

Leia mais

Ambulância com cápsula de isolamento vai transportar pacientes com Covid-19

Com o aumento diário do número de infectados...

Mais de 900 serviços públicos já são oferecidos de forma digital ao cidadão

918 serviços estão disponíveis de maneira digital para a população. Foto: Agência Brasil A oferta de serviços públicos ao cidadão, por meio digital, segue avançando....

Ponto Belo registra primeiro óbito por Covid-19

Após ser um o último município do Espírito...

Coronavírus Barra de São Francisco tem 79 casos confirmados

A Secretaria municipal Saúde de Barra de São Francisco, divulgou nesta segunda feira, 25/05/2020, o Boletim Informativo diário sobre quantidade de casos confirmados do...

Leia também

Pilotos de Nova Venécia conquistam pódios em etapa de enduro na Bahia

Pilotos da equipe veneciana Elefante Trail Club participaram da segunda etapa da Copa Sul Baiana de Enduro, realizada neste final de semana em Porto...

CONFIRMADO pagamento auxílio emergencial em dobro para este grupo

O governo Bolsonaro divulgou há algumas semanas que o...

Homem curte noite com garota de programa, discorda de valor cobrado e apanha em Vitória

Uma noite que seria de curtição, acabou virando...