Motorista que matou jovem em acidente no ES, poderá ir a júri popular

Amanda Marques, 20 anos

O motorista Wagner Nunes de Paulo, de 28 anos, responsável por provocar o acidente no qual morreu a jovem Amanda Marques, de 20 anos, responderá perante a Justiça pelo crime de homicídio doloso, quando há a intenção de matar, e poderá ir a júri popular.

Matheus, namorado de Amanda, pilotava a moto no momento em que o carro dirigido por Wagner atingiu a traseira do veículo. Amanda morreu no local, enquanto Matheus foi levado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória, onde permaneceu internado por 10 dias.

A batida aconteceu no final da tarde do dia 17 de abril. Amanda e o namorado haviam saído da casa da mãe da jovem, no bairro Jockey, e seguiam de moto para o bairro Divino Espírito Santo, onde moravam, quando ocorreu o acidente.

As investigações da Polícia Civil apontam que Wagner Nunes ingeriu bebida alcoólica e tentou fugir do local do acidente. Por esse motivo, ele foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil no dia 26 de abril.

Já nesta quarta-feira (5), a juíza Paula Cheim Jorge decidiu que o motorista deverá ser julgado por homicídio doloso. Desse modo, o julgamento da ação passa a ser realizado pela 4ª Vara Criminal de Vila Velha, devendo ir a júri popular. No entanto, ainda há possibilidade de que a defesa de Wagner recorra da decisão.

Wagner foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva a pedido do Ministério Público. Ele segue preso deste então.

O advogado do motorista afirmou que só irá se manifestar nos autos do processo.

Informações: G1


Leia mais

Leia também