Motorista de aplicativo é agredido após cancelar corrida em Vitória

O motorista, de 41 anos, teve o carro cercado por dois homens. Ele foi agredido com um soco no rosto e com pedradas.

Um motorista de aplicativo de 41 anos foi agredido por dois homens e teve o carro apedrejado após cancelar uma corrida no bairro Santos Dumont, em Vitória, nesta terça-feira (22).

De acordo com o motorista, ele havia acabado de concluir uma corrida na região e decidiu cancelar a que viria em seguida por medo. No entanto, ao parar em um sinal de trânsito dentro do bairro, ele foi surpreendido pelos agressores. Para ele, os homens que cercaram o carro seriam os passageiros, que não gostaram da recusa.

Motorista agredido ficou com as roupas manchadas de sangue

“Eu vi que eram dois rapazes num beco. Nesse beco ficam pessoas do tráfico. Então eu passei direto. Na descida do sinal, cancelei a chamada. Logo depois eu vi a pedrada no vidro. Olhei pelo retrovisor e tinha um do lado esquerdo e um do lado direito. O do lado esquerdo me deu um soco na cara e ficou me puxando, eu saí do carro. O do lado do carona tacou pedra em mim, eu protegi o meu rosto e ele acabou machucando minha costela”, relatou.

As marcas das agressões ficaram por todo o corpo do motorista, que ficou com as roupas sujas de sangue. Ao cair no chão, ele também machucou o joelho.

Uma pedra, arremessada contra o veículo que ele dirigia, quebrou o vidro traseiro e chegou a passar por dentro do carro, trincando também o vidro dianteiro.

Pedra arremessada por um dos agressores quebrou o vidro traseiro do carro.

Assustado, o motorista pensa em desistir da profissão. Ele conta que para além da agressão, já havia sido assaltado anteriormente.

“Vou desistir e vou voltar para o interior. Vou voltar para a minha família. Chega, chega. A cidade está sem segurança nenhuma”, disse.

A Polícia Civil investiga o caso e até o momento os agressores não foram detidos.

G1ES

Pedra arremessada por um dos agressores quebrou o vidro traseiro do carro — Foto: Reprodução/TV Gazeta

 

Leia mais

Operação Covid-19 transportou 16 mil toneladas em material de saúde em três meses

Militares durante entrega de cestas em Afuá, na Ilha do Marajó – Foto: ...

Escritório Social com atendimento suspenso

Devido a pandemia do Covid-19, o atendimento do Escritório Social, ligado à Secretaria da Justiça, também permanece...

Duas pessoas morrem após batida entre carro e caminhão no Sul do Espírito Santo

Duas pessoas morreram em um grave acidente na...

Hospital Universitário de Brasília oferece atendimento virtual a indígenas

A teleconsulta é realizada por chamada de vídeo, de segunda a sexta-feira, de 14h às 18h. Foto: Ebserh O Hospital Universitário da Universidade de Brasília...

Leia também

Criminosos se passam por fiscais da Vigilância Sanitária para extorquir comerciantes em Colatina

Donos de bares e restaurantes de Colatina, na região Noroeste do Espírito Santo, estão recebendo ligações de golpistas se passando por agentes da Vigilância...

Com briga de Abraão e Jacy, eleitores procuram adversários

A briga do ex-prefeito Abraão Lincon e do atual prefeito Jacy Donato é o principal assunto político em Água Doce do Norte nos últimos...

PB: Governo dá início a piloto de pesquisa sobre Covid-19 na capital

O governo da Paraíba deu início a uma pesquisa inédita no Brasil sobre a Covid-19. Nessa terça-feira (27), agentes comunitários da saúde (ACS) e...