Morre o príncipe Philip, aos 99 anos


O  príncipe Philip, Duque de Edimburgo, marido da rainha Elizabeth II, faleceu nesta sexta -feira (9), aos 99 anos. O membro da família real havia deixado o hospital King Edward VII de Londres no último dia 16 de março após  uma infecção. Desde então, ele se recuperava da enfermidade no bairro King Edward VII, em Londres, mas não resistiu à enfermidade. 

Histórico

Segundo reportagem do jornal O Globo, era incumbência do príncipe Philip acompanhar a cônjuge, a rainha Elizabeth II, em suas tarefas como soberana: visitas oficiais a outros países, jantares e recepções de Estado, discursos de abertura do Parlamento, cerimônias e ritos honoríficos.

Philip, que morreu nesta sexta-feira, aos 99 anos, costumava ser discreto sobre o que pensava dessas atribuições. Embora tenha dito que, se pudesse escolher a qual profissão se dedicar, “preferiria ter continuado na Marinha, francamente”, afirmou também, na mesma entrevista ao Independent de 1992, que “tentou tirar o melhor” da vida como coadjuvante.

Tempo para se acostumar a ela não lhe faltou. O casamento com Elizabeth aconteceu em 1947, cinco anos antes de ela ser alçada ao trono, com a morte do pai, o rei George VI. Desde então, Philip, que também ostentava o título de Duque de Edimburgo, tornou-se o mais longevo consorte e o homem mais velho da História da monarquia britânica.

Leia mais

Leia também