Morre Donald Rumsfeld, secretário de Defesa dos EUA durante invasão do Afeganistão


Sputnik – Nesta quarta-feira (30) faleceu, aos 88 anos, Donald Rumsfeld, ex-secretário de Defesa dos Estados Unidos. Rumsfeld morreu de mieloma múltiplo, um tipo de câncer no sangue, segundo Kieth Urbahn, porta-voz da família.

​É com profunda tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento de Donald Rumsfeld, um estadista norte-americano e devotado marido, pai, avô e bisavô. Aos 88 anos, ele estava cercado pela família em seu amado Taos [cidade do estado dos EUA], Novo México.

Aposentado em 2006, Rumsfeld ficou conhecido por por ter sido secretário de Defesa do então presidente George W. Bush, de 2001 a 2006, período em que supervisionou as invasões do Afeganistão em 2001 e do Iraque em 2003.

Com as críticas à condução do Pentágono, sobretudo após a continuidade da instabilidade no Iraque e as denúncias de tortura, Rumsfeld foi perdendo espaço no governo Bush até sair do cargo em 2006. 

Sua aposentadoria sofreu forte pressão dos generais e almirantes da OTAN para que acontecesse após quase 3,5 anos de uma guerra de contra-insurgência no Iraque. 

O ex-secretário foi chefe do Pentágono de 1975 a 1977. Ele também atuou em uma variedade de funções como consultor executivo e representou o estado norte-americano de Illinois na Câmara dos Representantes dos EUA de 1963 a 1969 como membro do Partido Republicano.

Nascido em Chicago em 1932, Rumsfeld se tornou um Eagle Scout (Escoteiro da América, na tradução) em 1949 e se formou em política pela Princeton University em 1952. Em 1954 ingressou na Marinha dos EUA e serviu como aviador naval e instrutor de voo até 1957, permanecendo como reserva pronta até 1989, quando se aposentou com a patente de capitão.


Leia mais

Leia também