Morre Camilo Cola, fundador da Viação Itapemirim e ex-deputado federal

O empresário Camilo Cola, fundador da Viação Itapemirim, morreu no final da noite desse sábado (29), aos 97 anos. O ex-deputado federal estava em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, e morreu de causas naturais.

Filho de imigrantes italianos, Camilo nasceu em Conceição do Castelo, na região Serrana do Espírito Santo. Aos 18 anos se alistou ao Exército e integrou o pelotão de combatentes que lutou na 2ª Guerra Mundial. Ao retornar ao Brasil, Camilo conseguiu um empréstimo para comprar seu primeiro caminhão dando início a Viação Itapemirim, criada oficialmente em 1953.

O empresário ingressou oficialmente na política em 2007, após conquistar seu primeiro cargo eletivo como deputado federal, pelo então PMDB. Ele seguiu no Congresso Nacional até 2015. Em novembro de 2020, o empresário recebeu a Medalha do Mérito Mauá, uma homenagem do Ministério da Infraestrutura para quem de alguma forma contribuiu para o desenvolvimento do setor de transportes no País. Camilo teve a história contada na biografia “A Estrada da Vida”, publicada em 1998.

Viação Itapemirim

No início da década de 1950 eram apenas 16 ônibus, que faziam a linha Castelo – Cachoeiro de Itapemirim. A expansão ocorreu na década de 1960, com a conquista das linhas da região Norte e Nordeste do Brasil e do trecho Vitória – Rio de janeiro. A ampliação seguiu pelas décadas seguintes, até a empresa montar a sua própria fábrica e se tornar uma das maiores em transporte de passageiros da América Latina. Após enfrentar um processo de recuperação judicial em 2016, a Viação foi vendida em 2017, para empresários de São Paulo.

Informações: Folha Vitória


Leia mais

Leia também