Monitor de Secas indica redução da seca nas regiões Sudeste e Centro-Oeste em outubro

Os dados do mapa Monitor de Secas de outubro, da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), apontam melhora no cenário da seca nas regiões Centro-Oeste e Sudeste do país. O Distrito Federal, por exemplo, apresentou chuvas acima da média climatológica, suficiente para que os indicadores de seca apresentassem uma melhora. 

Por outro lado, nos estados do Nordeste o cenário foi de expansão territorial da seca relativa: a Paraíba teve aumento de 38%, Alagoas de 23%, Ceará de 17%, Sergipe de 14%, além do Rio Grande do Norte, que subiu de 50% para 83%.

Municípios podem melhorar gestão com uso de dados e indicadores sociais

Brasil pode ter serviços públicos paralisados sem aprovação do Orçamento 2021

Já a região Sul apresenta os maiores aumentos no país na categoria de seca grave, sendo 34% em Santa Catarina e 12% no Paraná. No Rio Grande do Sul, que em outubro passa a ter 100% do seu território coberto por seca, também houve intensificação da condição.

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Leia mais

Leia também