Monasfoto: confira os vencedores da categoria popular do concurso de fotos do Monumento Serra das Torres

1º lugar – Categoria popular – Maria Madalena Almeida

O Monasfoto, concurso de fotos do Monumento Natural Estadual Serra das Torres (Monast), já tem os vencedores na categoria Popular. A premiação, que está em sua 4ª edição, tem o objetivo de valorizar as belezas naturais e incentivar a preservação da Unidade de Conservação que abrange os municípios de Atílio Vivácqua, Muqui e Mimoso do Sul. O Monasfoto terá ainda a segunda etapa das categorias Beleza e Escola, com resultado final que será divulgado neste domingo (20).

Na categoria Popular, venceram as fotos com maior número de curtidas no grupo do Facebook Amigos do Monumento Serra das Torres (https://www.facebook.com/groups/Turismoruralnoespiritosanto/). Em 1° lugar, ficou a foto de Maria Madalena de Oliveira Almeida, com 287 votos, que ganhou R$ 200, e, em 2° lugar, ficou a foto de Eva Betini, com 265 votos, que ganhou uma cesta de produtos do Sítio Flor e Café.

As fotos selecionadas para a segunda etapa das categorias Beleza e Escola estão disponíveis no Instagram do Monast (https://www.instagram.com/monumentoserradastorres/). Elas serão avaliadas pelo fotógrafo Leonardo Merçon. Serão premiados o 1º e 2º lugar de cada categoria:

Categoria Beleza: 1º lugar ganhará R$ 200,00 e, o 2º lugar, uma tarde de piquenique no Sítio Pé de Serra.
Categoria Escola: 1º lugar ganhará R$ 200,00 e, o 2º lugar, R$ 100,00.

Para participar, o candidato deveria acessar e postar, nos dias 11 e 12 de junho, uma foto tirada no Monumento ou que tenha algo encontrado por lá, como animais ou plantas. O Monasfoto, que geralmente acontece no final do ano, foi adiantado para fazer parte das comemorações dos onze anos da Unidade de Conservação. O concurso é realizado pelo Grupo Amigos do Monast e tem o apoio do Monumento Natural Estadual Serra das Torres.

Monumento Natural Estadual Serra das Torres 

O Monumento Natural Estadual Serra das Torres (Monast) tem 10.458,90 hectares e é a maior Unidade de Conservação da categoria Proteção Integral, criada pelo Estado. Como a desapropriação de terras não é obrigatória para Monumentos Naturais, hoje a área é composta integralmente por áreas particulares. O Monast tem por objetivo geral a criação e preservação de locais naturais raros, singulares ou de grande beleza cênica.

O nome Serra das Torres é derivado de seu relevo montanhoso, que pode atingir até 1.260 metros de altitude, com formação rochosa representada por pontões, “pães de açúcar”, escarpas íngremes e vales profundos, que avistada ao longe lembra uma série de torres perfiladas. Entre elas, se destaca a Pedra do Farol. Do alto de seus remanescentes florestais e fundos de vale, nascem as águas que fazem parte de duas importantes bacias hidrográficas: a do rio Itapemirim e do rio Itabapoana. A população residente no Monast é predominantemente rural, sendo a agropecuária a principal atividade.


Leia mais

Leia também