Ministro acompanha operações Covid-19 e Verde Brasil 2 no Norte do País

Ministro acompanha operações Covid-19 e Verde Brasil 2 no Norte do País

Operação Verde Brasil 2 conta com trabalho integrado das forças militares com outros órgãos que atuam na região para combater os ilícitos ambientais Foto: EBC

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, foi ao Norte do País para acompanhar de perto a atuação das Forças Armadas na Operação Verde Brasil 2, que combate delitos ambientais na Amazônia, e a Operação Covid-19. Ele esteve em Marabá (PA) e em Belém (PA). O ministro segue na região até essa sexta feira (24).

“A Operação Covid vai continuar. Não tem prazo para acabar. E a Operação Verde Brasil 2 está estendida até novembro”, disse o ministro. Em 9 de julho, a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi renovada até 6 de novembro, por meio do decreto presidencial.

Operação Covid-19

Em quatro meses, a atuação dos militares atingiu o efetivo de 34 mil homens e mulheres, além do emprego de 107 embarcações, 85 aeronaves e 1.802 viaturas em apoio ao desempenho das atividades.

Em Belém (PA), o ministro participou de uma videoconferência com os Comandos Conjuntos da Operação Covid-19. Azevedo destacou o esforço realizado até agora para aliviar os impactos da pandemia no Brasil. “Só de transporte de materiais de saúde no Brasil inteiro a Força Aérea já deu 15 voltas no planeta”.

O total de carga transportada, tanto por aeronaves da Força Aérea Brasileira quanto em voos fretados ou por meio terrestre alcançou mais de 19 mil toneladas.

A operação Covid-19 atua em áreas como a entrega de cestas básicas, desinfecção de locais públicos e apoio logístico à Funai. De acordo com o Ministério da Defesa, já foram distribuídos mais de 800 mil kits de mantimentos e higienizados 3.971 espaços. Os militares também produziram mais de 560 mil máscaras de proteção e 13 mil protetores faciais.

“Nosso apoio é mais um apoio logístico, é um apoio sanitário, é um apoio indireto à operação e com esforço muito grande. Eu creio que a atuação nossa tem ajudado muito, particularmente, aqui na Amazônia, nas localidades mais afastadas, de difícil acesso, a parte indígena, a população ribeirinha”, avaliou. “Enquanto a pandemia existir, as Forças Armadas vão dar auxílio a ela”, ressaltou o ministro.

Operação Verde Brasil 2

Em Marabá (PA), o ministro da Defesa participou de reunião com militares e representantes dos órgãos ambientais e policiais que atuam no combate a ilícitos na Amazônia Legal pela Operação Verde Brasil 2. Nesta nova etapa, o foco será o enfrentamento às queimadas na região.

Desde o início da operação em 11 de maio, até o momento já foram mais de R$ 406,9 milhões em multas e termos de infração. Militares e agentes de órgãos parceiros realizaram 16,1 mil inspeções navais, terrestres, vistorias e revistas em embarcações, das quais 301 foram apreendidas. Nos postos de bloqueio e controle de estradas, foram retidos 174 veículos por irregularidades. Também foram confiscados mais de 28 mil metros cúbicos de madeira ilegal e apreendidos 501 máquinas de serraria móvel, tratores, maquinário de mineração, balsas, dragas e acessórios.

Azevedo destacou o trabalho integrado das forças militares com outros órgãos que atuam na região para combater os ilícitos ambientais. “Não tem uma agência mais importante que a outra, tem um somatório de expertises, de atribuições que vão se somando com o apoio das Forças Armadas que vão dar o resultado positivo”, concluiu o ministro.

Além das Forças Armadas participam da missão integrantes da Polícia Federal, Policia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

 

Com informações do Ministério da Defesa

Leia mais

GO: União reconhece estado calamidade pública por conta da pandemia da Covid-19

O governo federal publicou na última terça-feira (28) decreto que reconhece o estado de calamidade pública em Goiás, devido à pandemia do novo coronavírus.Com...

Coronavírus: após final de semana, Nova Venécia registra 45 novos casos

Esse é o maior número de casos registrados em um final de semana no município. Também foram contabilizados casos registrados durante Inquérito Sorológico realizado...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sul do país tem tempo com chuva, nesta terça-feira (18)

A região Sul do país tem previsão de tempo com chuva, nesta terça-feira (18), sobretudo em Santa Catarina e no Paraná. Nesses estados, os...

Leia também

INDICADORES: Boi gordo tem elevação no preço nesta sexta-feira (18)

A cotação da arroba do boi gordo começou a sexta-feira (18) com queda de 0,16% e o produto é negociado a R$ 250,50 em...

INDICADORES: Preço do café arábica começa a sexta-feira (18) com queda

A saca de 60 quilos do café arábica começou a sexta-feira (18) com queda de 0,04% no preço e é vendida a R$ 554,16...

Homem é assassinado a tiros no interior de Vila Pavão

Imagem ilustrativa Um homem de 32 anos foi assassinado a tiros na noite de ontem, no Córrego da Puaia, na zona rural de Vila Pavão. Segundo...

Enivaldo anuncia duplicação do polo industrial para atrair empregos

Já falando como candidato, um dia depois de...