Ministério diz que estados têm doses para crianças de 3 e 4 anos e planeja remanejamento

Compartilhe

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

THAÍSA OLIVEIRA

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O governo federal planeja remanejar as doses de Coronavac entre os estados para possibilitar a vacinação contra a Covid-19 das crianças de 3 e 4 anos, numa tentativa de garantir o abastecimento de unidades da federação que reclamam da falta de imunizantes para atender esse público-alvo.

Nesta terça (19), o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Daniel Pereira, afirmou que os estados têm 1,2 milhão de doses da Coronavac em estoque e que a pasta está levantando as necessidades de cada município. Ele admitiu, no entanto, que pode haver gargalo nas capitais e não deu estimativa de prazo para iniciar a operação logística.

“A primeira etapa foi levantar as doses que a gente tinha em cada estado, para ver exatamente onde têm a maior oferta e onde estão as demandas. Agora, a gente vai começar essa conversa de identificar a demanda maior de cada região para verificar se há a necessidade ou não de fazer esse remanejamento”, afirmou.

“Talvez o problema seja em algumas capitais. Então, [talvez] possa ser feito um remanejamento dentro dos municípios. Essa logística a gente está vendo. Uma coisa é certa: não faltou vacina para quem decidiu se vacinar durante toda a pandemia e não faltará agora, neste momento.”

Desde que o uso da Coronavac foi liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na quarta-feira (13), algumas unidades da federação afirmaram que não têm doses suficientes para dar início à vacinação do novo público-alvo. São cerca de 5,6 milhões de crianças de 3 e 4 anos no país.

O secretário-executivo disse que “essas doses que já estão nos estados permitem a vacinação, sem nenhum problema”, e que as prefeituras também podem priorizar as crianças mais velhas ou com comorbidades —como é o caso da cidade de São Paulo. 

Pereira afirmou que apenas 60% das crianças de 5 a 11 anos foram vacinadas até agora e que, por isso, a avaliação do ministério é de que os municípios não precisam esperar a entrega de 100% das doses para dar início à vacinação.

O secretário também declarou que o governo federal estuda importar doses já contratadas por meio do consórcio internacional Covax Facility ou fazer uma nova compra via Instituto Butantan, de São Paulo. Segundo ele, o ministério está trabalhando para que as vacinas cheguem em até 30 dias.

“O Butantan é uma opção, o consórcio Covax Facility é outra opção. A gente está avaliando de que forma a gente consegue trazer as vacinas mais rápido, para que chegue à ponta, sem que onere tanto o orçamento do ministério”, afirmou.

O uso emergencial da vacina para crianças de 3 a 5 anos foi aprovado de forma unânime pela Anvisa, sem restrições. O esquema vacinal indicado é igual ao do restante da população: mesma dosagem e intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda dose.

O Ministério da Saúde recomendou que, aplicada a primeira dose, os municípios já reservem a segunda dose da Coronavac para completar o esquema vacinal da criança que foi imunizada. A pasta afirmou que a nota técnica com as orientações será publicada nesta terça.

A Prefeitura de São Paulo inicia na quarta-feira (20) a vacinação de crianças de 3 e 4 anos com comorbidades, deficiência ou indígenas. Já no município do Rio de Janeiro, a imunização das crianças dessa faixa etária começou na sexta-feira (15).

 

Leia também

SUPERA oferece teste de soft skills gratuito para todas as idades; veja como garantir o seu

O segundo semestre do ano começa com uma oportunidade única para crianças, jovens, adultos e idosos. A partir...

Iniciada a drenagem das obras de urbanização e pista de caminhada no Condomínio dos Anjos

A drenagem da implantação de uma pista de caminhada de mais de 900 m², em frente ao Condomínio...

Inscrições para o Fies abertas esta semana

O processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2022 abriu inscrições nesta terça-feira...

ES: casa é destruída por incêndio após criança colocar fogo em bíblia

  Casa de vendedora ambulante foi destruída por incêndio em Cariacica, ES Uma casa foi destruída por um incêndio no...

Encontro de negócios encerra 2ª edição do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores em Colatina

  A 2ª edição do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF) da Fundação Renova será encerrada com um encontro...

Freitas promove encontro ‘Lideres em Ação’ em Nova Venécia, nesta terça-feira (09)

  O deputado estadual Freitas (PSB), vai promover, nesta terça-feira (09), a partir das 18 horas, no Cerimonial D’Venézia,...

Confira a previsão de tempo para o fim de semana no Espírito Santo

    Tempo no ES A passagem de uma nova frente fria pelo Espírito Santo neste sábado (6) favorece o aumento...

Vigilância Ambiental de Barra de São Francisco segue trabalho com fumacê

A equipe da Vigilância Ambiental de Barra de São Francisco, está a todo vapor, percorrendo bairros, centro e...