Ministério da Saúde inicia compras de anestésicos e relaxantes musculares

cartelas de comprimidos

Mesmo sem ser o responsável pelos estoques, Ministério da Saúde fez a contratação de anestésicos e relaxantes musculares para ajudar no abastecimento de Estados e Municípios
– Foto:
Banco de Imagens

O uso de anestésicos e relaxantes musculares na intubação de pacientes graves de Covid-19 fez com que o Ministério da Saúde contratasse, ao mesmo tempo, três modalidades de compra destes medicamentos, que são utilizados pelos hospitais de referência nos planos de contingência para o combate à Covid-19.

Segundo o Ministério da Saúde, a seleção, a aquisição e a distribuição desses medicamentos são de responsabilidade dos municípios ou dos próprios hospitais. No entanto, ao tomar conhecimento sobre o desabastecimento desses medicamentos, a pasta iniciou compras de urgência e de médio e longo prazo.

Medicamentos

A primeira providência da pasta foi a compra direta da indústria para atender a atual urgência. De acordo com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, foi realizada uma requisição administrativa para abastecimento imediato dos estados e municípios, verificando antecipadamente o estoque excedente da indústria farmacêutica.

“Tomamos o cuidado de utilizar apenas o quantitativo excedente para que não houvesse desabastecimento do mercado interno”, explicou Elcio Franco. Nessa segunda-feira (29), o Ministério da Saúde já distribuiu 185 mil unidades desses anestésicos e relaxantes musculares para os estados do Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo.  

Para atender as necessidades de médio prazo, foi definido o início de um processo licitatório na modalidade pregão, do tipo menor preço, pelo Sistema de Registro de Preços (SRP), para viabilizar a compra pelos estados e suas capitais. Segundo o secretário-executivo, a medida possibilitará que estados e municípios sejam co-participantes e realizem a compra por um valor reduzido, devido a aquisição em grande escala.

“Os medicamentos serão entregues no almoxarifado do Ministério da Saúde, em São Paulo, e enviados aos estados e capitais que aderirem à compra”, explicou Elcio Franco. A decisão ocorreu durante reunião no Ministério Público com a participação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Já para solucionar as necessidades de médio e longo prazo, o Ministério da Saúde fez interlocução com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para importação dos medicamentos que a indústria brasileira não conseguir recolocar. A aquisição desses medicamentos pela pasta irá complementar o abastecimento do setor farmacêutico, contribuindo para a regularização desses anestésicos e relaxantes musculares nas unidades de referência dos planos de contingência para o combate à Covid-19.

 

Leia mais

Confira a tabela com os novos valores de bolsas concedidas pela Fapes

A partir de 1º de maio, as bolsas concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa e...

Governo Federal cria grupo de ações estratégicas para recuperação econômica

Coletiva de Imprensa com os ministros no Palácio do Planalto sobre as ações de enfrentamento ao Covid-19 Foto:...

São Mateus confirma quatro novos casos de coronavírus e número sobe para 10

Subiu para 10 o número de casos confirmados...

Leia também

Polícia Federal prende suspeito de assaltos aos Correios no Espírito Santo

Segundo a Polícia Federal, ele participou de crimes entre setembro de 2019 e abril de 2020. Um homem de 20 anos foi preso, na manhã...

Espírito Santo anuncia mudança em horário do comércio para municípios com menos de 70 mil habitantes

Prefeituras terão liberdade para escolher os horários, respeitando as diretrizes de funcionamento diário máximo de seis horas com fechamento até as 18h.

Polícia Militar captura foragido da justiça em Fundão

Nesta quinta-feira (02), policiais militares do 5º Batalhão efetuaram a captura de um foragido da justiça em Praia Grande, Fundão. A ação foi motivada pela...