Ministério da Saúde destina R$ 243 mi a Estados e DF para cirurgias eletivas

Compartilhe

Portaria do Ministério da Saúde, publicada no último dia 22 de dezembro, estabeleceu o repasse de R$ 243 milhões a Estados e ao DF para a retomada das cirurgias eletivas nos hospitais da rede pública.

Cirurgias eletivas são aquelas agendadas em data facultada pelo paciente ou cirurgião.

Os recursos serão em parcela única para o Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo de Atenção Especializada (MAC). O ministério utilizou o critério de proporcionalidade populacional.

São Paulo (R$ 53 milhões), Minas Gerais (R$ 24,4 milhões), Rio de Janeiro (R$ 19,9 milhões) e Bahia (R$ 17,2 milhões) receberão as maiores quantias. A distribuição desses recursos para os municípios ficará a cargo de deliberação de cada Comissão Intergestores Bipartite.

Segundo representantes dos secretários estaduais e municipais de saúde, esse dinheiro irá “fortalecer” as secretarias no reestabelecimento desse tipo de procedimento, prejudicado pela pandemia de Covid-19. Em nota conjunta, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) afirmaram que o cenário “demandou a organização da rede voltada para a pandemia, assim como pela escassez na oferta de insumos e medicamentos para atendimentos aos procedimentos eletivos”.

Apenas em Minas Gerais, Secretaria de Estado de Saúde estima que cerca de 370 mil cirurgias eletivas estejam na fila.

Dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) apontam que a pandemia inviabilizou ou adiou 2,8 milhões de cirurgias eletivas em 2020. Procedimentos como a cirurgia de catarata, hérnia, vesícula, varizes e postectomia estão entre os mais afetados.

Para o vice-presidente do CFM, Donizetti Giamberardino, ainda vai levar tempo para que os atendimentos eletivos sejam normalizados. “Vai ser necessário, além de 2022, para nós recuperarmos todos esses atendimentos, todo acompanhamento e monitoramento das doenças prevalentes, toda realização de diagnósticos em câncer, doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão arterial”.

Oftalmologistas realizando cirurgia - Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde DFOftalmologistas realizando cirurgia – Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde DF

Leia também

Sine de Barra de São Francisco tem 30 vagas de emprego; confira

  A agência do Sine em Barra de São Francisco, abre a semana com 30 oportunidades de empregos formais. Algumas...

Barra de São Francisco goleia Água Doce do Norte e avança para a próxima fase da Copa Sesport

  Jogando no estádio municipal Joaquim Alves de Souza, na tarde deste sábado, 21, a Seleção de Barra de...

Homem é preso suspeito de assediar mulheres durante jogo em Nova Venécia

Um homem foi preso na tarde deste domingo (22), suspeito de assédio sexual contra duas mulheres nas dependências...

Igreja São Cristóvão realiza festa para reforma de templo

  A Igreja São Cristóvão realiza neste sábado, dia 21, uma festa com intuito de arrecadar recursos, para a...

Carnês do IPTU Premiado começam a ser entregues a partir do dia 1º de junho em todo o município

A Prefeitura Municipal de Barra de São Francisco lançou, na tarde desta terça-feira, 24, na sede da Secretaria...

Acidente deixa 4 inspetores penitenciários feridos no Sul do Espírito Santo

  Acidente deixou 4 inspetores penitenciários feridos na BR-101 Um acidente deixou quatro feridos, nesta terça-feira (24), na BR-101, na...

Lâmpadas queimadas são substituídas nos bairros Campo Novo, Cruzeiro, Bambé e Kikito

Servidores da secretaria de Serviços da prefeitura de Barra de São Francisco, realizaram manutenção na iluminação pública nos...

EDUCAÇÃO BÁSICA: PL prevê avaliações de saúde periódicas obrigatórias em alunos

As crianças que estudam em escolas públicas deverão passar por avaliações de saúde periódicas obrigatórias desde quando ingressarem...