Militares receberam auxílio emergencial de R$ 600,00 de forma irregular

As irregularidades ocorrem no momento em que 17 milhões de brasileiros ainda aguardam uma resposta, até amanhã, sobre a solicitação para o recebimento do benefício

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo 

Enquanto milhões de trabalhadores informais aguardam a análise para o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, o Ministério da Defesa identificou que militares vinculados à pasta receberam o benefício durante a pandemia do novo coronavírus. Em nota, o ministério informou que iniciou uma investigação para apurar possíveis irregularidades no processo. Não foi divulgado, no entanto, o número de envolvidos no caso.

O Ministério da Defesa informa que foi identificada, com o apoio do Ministério da Cidadania, a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal no período de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, por integrantes da folha de pagamentos deste Ministério”, diz a pasta em nota.

A Defesa informa, ainda, que “a referida folha de pagamentos é composta por militares da ativa, da reserva, reformados, pensionistas e anistiados”. “Já estão sendo adotadas todas as medidas necessárias à rigorosa apuração do ocorrido, visando identificar se houve valores recebidos indevidamente, de modo a permitir a restituição ao erário e as demais considerações de ordem administrativo-disciplinar, como necessário“, afirma outro trecho do texto.

As irregularidades ocorrem no momento em que 17 milhões de brasileiros ainda aguardam uma resposta, até esta terça, 12, sobre a solicitação para o recebimento do benefício. Cerca de 30 milhões foram consideradas inelegíveis por não preencherem os requisitos exigidos pelo governo.

Nesta segunda-feira, 11, durante audiência no Congresso, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, destacou que 50 milhões de pessoas receberam a primeira parcela do auxílio emergencial até o momento.

Para receber o benefício, o trabalhador precisa ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) e ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família. O beneficiário também não pode ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Leia mais

Coronavírus: influenciador digital anuncia teste positivo após lamber vaso sanitário

O influenciador digital Larz anunciou nesta quarta-feira (25), no Twitter, que foi hospitalizado com Covid-19 após divulgar no TikTok um vídeo, há cinco dias, em que...

Combate ao coronavírus: municípios terão recurso extra para Saúde e Assistência Social

Os municípios capixabas terão flexibilidade no uso dos...

Coronavírus: distribuição de máscaras continua nos terminais do Transcol

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e da Companhia...

Espírito Santo passa de mil mortes por Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até este sábado (13), 1.028 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 26.011, sendo que 5.113 são profissionais de...

Leia também

Ministério Público Eleitoral vai investigar vice-prefeito de Água Doce do Norte

O Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) instaurou procedimento investigatório para apurar o caso do vice-prefeito de Água Doce do Norte, Jacy Donato (PV),...

Aulas presenciais na rede municipal em Barra de São Francisco só em 2021

A Secretaria Municipal de Educação de Barra de São Francisco irá publicar nova portaria parâmetros para aulas na rede municipal devido a pandemia do...

Vacinação contra sarampo para público de 20 a 49 anos vai até dia 31 de agosto

Em meio à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o Brasil tem registrado também um aumento de casos de sarampo em seu território no primeiro semestre deste...

TSE exclui biometria das eleições 2020

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, decidiu excluir a necessidade de identificação biométrica, por meio de impressão digital, nas eleições...