Menino engravida a própria irmã de 10 anos e diz que “estava apenas brincando com ela”

Compartilhe

Uma menina de dez anos passou mal em sua casa quando precisou ser levada ao hospital, para receber atendimento médico, ela se queixava de fortes dores na região abdominal. De acordo com informações, o nome da cidade não foi divulgada para preservar a identidade da criança.

Mas a família jamais imaginava o susto que estaria por vir, uma surpresa terrível os aguardava e a notícia veio logo depois do médico examinar a criança. A menina não tinha nenhuma doença, ela estava em trabalho de parto.

As autoridades começaram a investigar o caso e descobriram que o irmão da menina, um adolescente de quatorze anos engravidou a irmã durante uma “Brincadeira”.

A polícia buscou reunir todas as provas possíveis para descartar qualquer outra possibilidade, já que hoje em dia os abusos têm aumentado consideravelmente e nunca se sabe quem pode ser o abusador. A polícia queria descartar um abuso por parte de alguém maior, incluindo testes de DNA.

O pai da criança foi logo descartado, ele estava fora, morando na França, passando uma temporada no país a trabalho e foi logo descartado como um possível abusador, não havia possibilidade alguma de que o homem estivesse envolvido no caso. A polícia então descobriu que o irmão da garota, um adolescente de 14 anos a engravidou e não houve nenhuma coação por parte do irmão e que tudo teria acontecido no meio de uma brincadeira, a família informou que não imaginava que havia acontecido algo dessa natureza entre os irmãos.

A família dos dois é de origem boliviana e após o parto, acabaram com um novo membro na família, a menina deu a luz a um menino, filho de seu irmão e agora terá que aprender as responsabilidades de criar um bebê em uma idade que deveria estar brincando e estudando, um fato assustador para uma criança dessa idade.

As autoridades irão investigar a família para tentar descobrir se essas crianças vivem desamparadas ou há alguma negligência por parte dos pais, caso isso aconteça, todos serão levados para um centro de acolhimento juvenil, incluindo o bebê recém-nascido.

É preciso saber se os adultos que moram na casa fizeram “vista grossa” ao que estaria acontecendo debaixo do próprio teto, um caso lamentável.

 

Leia também

CÂNCER: Exame de mama deve ser realizado a partir dos 40 anos, recomenda SBM

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) recomenda a realização do exame de mama a partir dos 40 anos....

Brasil: PF desarticula grupo de traficantes de cocaína

Uma organização criminosa especializada em tráfico drogas e lavagem de dinheiro, que movimentou cerca de R$ 350 milhões...

Exposição promove diálogo entre Clarice Lispector e artistas plásticas

O Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro (IMS Rio) inaugura hoje (21) a exposição Constelação Clarice, que...

As empresas mais valiosas do Brasil

Segundo levantamento da FinDocs, nos últimos 12 anos apenas uma empresa trocou de posição entre as sete mais valiosas...

Guia de pagamento do MEI Caminhoneiro já pode ser emitida pelo PGMEI

O Programa Gerador de Documento de Arrecadação do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (PGMEI) foi atualizado na segunda-feira...

Empresas do setor agropecuário podem se inscrever para o Selo Mais Integridade até 3 de junho

As empresas e cooperativas dedicadas à agropecuária que quiserem participar do Selo Mais Integridade 2022/2023 podem se inscrever...

Tentando embalar no Brasileiro, Fluminense visita o Fortaleza

O Fluminense visita o Fortaleza, a partir das 16h (horário de Brasília) deste domingo (22) no estádio do...

Dia da Vitória: Defesa ressalta participação do Brasil na 2ª Guerra

O Ministério da Defesa celebrou hoje (18), em cerimônia realizada no Rio de Janeiro, o Dia da Vitória...